Skip to main content

É o aniversário de Wilton e seu pai lhe presenteia com nada mais, nada menos que uma girafa! O triste é que, no mesmo momento, surge um antigo amigo de seu pai, o Senhor B, que sequestra o velho homem e o transforma em um hot dog. Senhor B faz o mesmo com vários outros velhinhos deste lugar e agora cabe a você e seus amigos se aventurar nesta loucura para resgatar seu pai e todos os outros idosos!

Com arte linda e infantil, trilha sonora suave e personagens carismáticos, seja qual for a sua idade, você vai se divertir! The Adventure Pals é um jogo de plataforma com quebra-cabeças, cheio de colecionáveis, humor e repleto de coisas para serem feitas! Iniciamos o jogo pulando algumas plataformas ao encontro da surpresa preparada pelo pai de Wilton. A princípio o jogo aparenta ser simples, onde sua composição é apenas pular plataformas, desviar de obstáculos e pular na cabeça de inimigos. Aos poucos ele nos mostra que há muito mais além!

Falando em companheiros

Em The Adventure Pals, nosso personagem utiliza uma espada para atacar que conta com combos, podendo aumentar a força dos seus golpes. Os ataques também podem ser combinados com poderes temporários como fogo ou veneno que são encontrados em baús durante as fases. Algo interessante para um jogo que aparentava ser simples é que aqui também temos níveis de experiência e, ao subir de nível, podemos escolher uma entre três melhorias que variam em aspectos como: encontrar maiores quantidade de itens nos baús, atribuir novas habilidades para nossos companheiros ou aumentar o espaço disponível em nossa mochila.

Imagem do jogo The Adventure Pals
Você fará vários amigos durante as fases de Adventure Pals.

Nesta aventura, Wilton conta com a ajuda de Sparkles, a girafa que fica alojada em sua mochila (me trouxe lembranças de Banjo e Kazooie). Ela ajuda Wilton a planar, interagir com alavancas e até mesmo atacar. Outro amigo que encontramos no decorrer do jogo é uma pedra, aparentemente insignificante, mas acredite, essa pedrinha nos ajuda muito! Ela também pode atacar, nos proteger de flechas, encontrar itens, dentre muitas outras habilidades que são desbloqueadas ao subir de nível.

O mundo apresentado em The Adventure Pals é bastante animado, muitos objetos possuem faces e são muito carismáticos. Ao chegarmos no mapa, veremos várias ilhas com diversas fases, locais com amigos para conversar, arenas de combate e lojas onde é possível comprar poções, bombas e outros itens. A progressão de fases acontece conforme o contexto do jogo, ou seja, precisamos conversar com os outros personagens e eles vão nos indicando lugares e missões, e em troca, eles nos ajudam a encontrar os rubis (pedras que o Senhor B solicita para libertar seu pai). Há também personagens que nos solicitam escolta para encontrar itens em alguma fase.

As fases contabilizam o tempo que levamos para concluí-las, quantos inimigos foram derrotados, número de vezes que morremos, e os coletáveis encontrados – isso influencia na nota de conclusão, o que pode aumentar significativamente o fator replay caso o jogador seja exigente com suas notas. Mas isso não quer dizer que as fases são difíceis, com puzzles complicados ou coletáveis muito escondidos; pelo contrário, o level design é bem produzido, com uma dificuldade bem razoável.

Imagem do jogo The Adventure Pals
Experimente ouvir a suave canção desta banda de raposas.

É possível encontrar os coletáveis tanto nas fases quanto no mapa, sendo eles: os cupcakes, que podem ser trocados com o Rei Cupcake (um gato gorducho), nos recompensando com vestimentas variadas para personalizar Wilton e seus amigos; pacotinhos de figurinhas, onde podemos completar um álbum (que não é o da copa); por fim, os coletáveis de missões como um livro sobre aves, vários baldes de areia para que o Papai Pedra reconstrua o seu grandioso castelo de areia ou até mesmo uma sunga para uma baleia tímida.

Há uma infinidade de inimigos criativos e alguns deles possuem classes sendo: os rápidos (porém fracos), os arqueiros e os grandões lentos e fortes. Por fim, há os chefões que geralmente só tem tamanho, pois são bem fáceis de derrotar. Os velhinhos transformados em hot dogs também nos atacam, mas felizmente derrotá-los fará eles voltarem ao normal. Embora possam parecer muitas tarefas, é divertido completar todas, encontrando todos os itens, derrotando todos os inimigos e descobrindo mais sobre os personagens e suas histórias.

Amigo, estou aqui

The Adventure Pals fala sobre amizades, companheirismo e bondade. Durante a aventura nossa bondade é testada, pois no jogo precisamos coletar moedas que servem para comprar itens importantes ou abrir baús com maiores recompensas e quando você descobrir que matar pequenos animais, como pássaros ou coelhos, também nos recompensa com essas moedas, fica difícil evitar a morte dos coitados. É um tanto triste ver os pequenos fugindo de Wilton, muitas vezes se suicidando em precipícios ou nos espinhos… Tá, admito que é um pouco engraçado.

Imagem do jogo The Adventure Pals
É maravilhoso explorar o mapa com Wilton montado em Sparkles.

A forma como a narrativa acontece faz o jogo ser ainda mais cômico do que quando notamos apenas suas animações. Os diálogos são engraçados com piadas e trocadilhos, os assuntos contextualizam todo o jogo e contam um pouco mais sobre cada personagem e toda essa maluquice. Infelizmente o game não possui localização para o português, o que pode dificultar a compreensão dos trocadilhos.

The Adventure Pals foi muito bem produzido e é cheio de pequenos detalhes que chamam a atenção. A arte e o gameplay nos dá a sensação de estar assistindo um desenho animado, além do contexto hilário e personagens criativos que podem divertir o jogador do começo ao fim.

SCHiM

Review – SCHiM

Diego CorumbaDiego Corumba15/07/2024
Imagem do review de Anger Foot

Review – Anger Foot

Marco AntônioMarco Antônio11/07/2024