Skip to main content

Abandonado no deserto, um corpo de metal se mantem imóvel, tal como um cadáver, não apresenta anima ou qualquer outro resquício de forças. O destino porém tem outros planos para um mecha em Uragun, uma missão contra um mundo completamente devastado e dominado por maquinas em sua maioria.

Usando armas extremamente poderosas e enfrentando um exército que daria inveja na Skynet, em Uragun, o jogado irá de frente com uma I.A corrompida e que busca destruir a humanidade. Um roguelite bem divertido e leve, mostrando o que esperar de uma revolta de mechas.

O despertar digital

Uragun começa em uma Barcelona totalmente devastada pelo ataque das máquinas, um cenário de destruição é como a cidade se encontra. Em meio aos escombros, a I.A conhecida como Ola, descobre um mecha, ainda funcional, porém desativado, hackeando o sistema do mesmo, ela o traz de volta a “vida”.

Uragun
Lute contra seus irmãos

Dando a unidade mecha, uma espécie de consciência e uma diretriz, o jogador controla essa máquina de guerra contra as tropas da corrompida I.A misteriosa, responsável por virar as máquinas contra a humanidade. O mundo todo é uma espécie de campo de guerra, com apenas alguns humanos vivos e espalhados em acampamentos.

Em Uragun, o jogador percorre os locais onde supostamente ainda há humanos, buscando salva-los e destruir a influência e controle de tropas inimigas nos locais. Começando em Barcelona, mas logo expandindo para outros países e continentes, lutando contra outros mechas semelhantes ao que controlam e outros ainda maiores.

Uma história clássica do que se espera de uma I.A com acesso a um enorme poder de fogo, ainda que de maneira mais leve, já que jamais vemos o desenrolar da guerra em si, ou a cena de algum humano sendo morto ou algo do tipo. Uma história simples, para um jogo simples, ainda que com mecânicas bem elaboradas.

Uragun
Comprando módulos e equipando eles, as missões ficam mais fáceis

Conhecendo e lutando pelo mundo

Para sobreviver aos enxames de robôs inimigos, que tomam forma de animais e insetos, o jogador precisará estar sempre mantendo seu mecha bem equipado com armas, módulos e upgrades de ponta. Um arsenal espera o jogador para estar sempre se aprimorando e testando diferentes maneiras de jogar caso morra.

Sempre que se começa um nível em Uragun, escolhemos uma cidade, dentro delas há caminhos a serem selecionados. Uma vez tendo escolhido seu ponto de partida, somos levados a níveis que seguem aquele caminho, as vezes com outros se encontrando e levando a diferentes fases. Algumas com hordas de inimigos e armas, outras com modificações para armas e outros com apenas uma loja.

Os únicos níveis que são iguais, independente são os dos sub-chefes, que sempre ficam na mesma altura e o do chefe final, uma vez que representa o fim da jornada naquela cidade em questão. Os sub-chefes são geralmente variações do nosso próprio mecha, mas com armas especiais ou padrão diferentes.

Uragun
Upgrades passivos e ativos a rodo!

Já os chefes finais, são mechas maiores e mais poderosos, tendo até mesmo três barras de vida. Geralmente representando algum animal em tamanhos gigante, como por exemplo uma serra de disco gigante, ou a centopeia que enfrentamos na primeira cidade, mas que cobre facilmente vários quarteirões. Um desafio que vai fazer o jogador ir e voltar a base várias vezes, pois eles não estão de brincadeira.

Armamento de peso pesado

Durante o gameplay, o jogador pode encontrar pequenas lojas espalhadas pelos níveis, onde é possível comprar novas armas e versões aprimoradas das que já tem, módulos de customização da arma, escudos e vida. Com novas armas sendo desbloqueadas sempre que se avança após derrotarmos algum chefe.

As armas variam entre metralhadoras giratórias, rail-guns, lança misseis, escopetas, espadas e discos a laser, todas criadas com o intuito de dizimar os inimigos a sua frente. Sempre que morremos, voltamos a uma base na órbita do planeta, onde podemos comprar upgrades de uma árvore de habilidades, personalizar as cores e adesivos do mecha e trocar quais armas que já temos, podendo sempre levar duas.

Uragun
Quatro cidades, muitas chances de morrer

Com o botão direito do mouse controlamos a arma direita e com o botão esquerdo, a arma esquerda. Mas apenas disparar sem parar irá garantir a sobrevivência do jogador, portanto com espaço, é possível usar os propulsores para desviar de ataques, além destas esquivas, quando carregamos a barra sob o multiplicador, podemos diminuir a velocidade do tempo, permitindo mais disparos e redução do dano tomado pelo jogador.

Além disso, o jogador possui duas armas que são carregadas por esferas que os inimigos derrubam, chamadas Heat. Ao carregar até três esferas do medidor do robô, o jogador pode usar ataques extras, como ondas de choque, cortes de espada de energia ou bombas de morteiro.

Tirando a ferrugem do sistema

Uragun é um divertido roguelite com temática mecha, mas admito que em relação ao produto final, admito que o jogo perdeu muito de sua originalidade em relação aos primeiros trailers. Optando parar um estilo mais cartoon e clean, ao invés do mundo mais obscuro dos iniciais, sendo divertido e desafiador, mas pouco inovador ou criativo.

Review – Another Crab’s Treasure

Renato Moura Jr.Renato Moura Jr.24/04/2024
Stellar Blade

Review – Stellar Blade

Diego CorumbaDiego Corumba24/04/2024