Skip to main content

Nem parece, mas levou 5 anos pra continuação de Bud Spencer & Terence Hill: Slaps and Beans sair. E, mais uma vez, isso só foi possível graças aos fãs da dupla: a campanha no Kickstarter alcançou 117% e desde então a equipe da Trinity Team vem ralando pra elevar o nível de seu Beat ‘Em Up. Tanto que o lançamento, previsto para dezembro de 2022, foi atrasado em quase 1 ano – provavelmente por conta da pandemia da Covid-19. Mas agora o que importa é que os tapas já estão rolando solto, desta vez em todas as plataformas.

É até engraçado ter um game desse no PlayStation 5, indo na contramão de todos os lançamentos que povoam a minha dashboard no momento. É um game indie simples como tem que ser, com pixel art à moda antiga pra combinar com o que outrora foi uma das séries de filmes mais televisionados no Brasil nos anos 80. O que Slaps and Beans 2 tem de diferente? Muita coisa: é um jogo mais longo, com mais minigames e uma enxurrada de homenagens que se estendem para além do universo da dupla do faroeste italiano.

Referências a perder de vista

Slaps and Beans 2 segue exatamente do ponto em que o primeiro game parou, com Bud e Terence em alto mar após a queda de um avião. Ao avistarem terra firme, procuram ajuda mas logo se metem em uma nova encrenca em uma pequena aldeia de Amantido, na Colômbia. Após sair na porrada com geral e conhecer o novo gameplay com arremesso de objetos usando mira, o game conecta a história com o filme Banana Joe (1982). Entra aí o primeiro minigame: a dupla precisa manter o equilíbrio de um barco carregado de bananas enquanto afugenta garças, repara vazamentos e tenta evitar ataques de crocodilos. O objetivo é chegar até o final do percurso sem perder todas as bananas.

Slaps and Beans 2
Uma das novidades em Slaps and Beans 2 é essa câmera afastada

A seguir temos fases, inimigos e vilões adaptados de outros filmes clássicos, como Dois Tiras Fora de Ordem (1977). A emblemática cena do chute pra trás de Terence, apoiado em uma mesa de bilhar e com os dois pés no ar (como se estivesse dando um coice), foi inserido no game. E arremessar um inimigo na pista de boliche com o Bud, cena que acontece no mesmo filme, rende um troféu pro jogador. Eu poderia citar mais referências aqui, mas estaria estragando a surpresa.

O que eu não esperava são as muitas homenagens à filmes, séries de tv e até outros games famosos inseridos aqui e ali de forma descompromissada. Tem a bola Wilson do filme Náufrago, a armadilha de fantasmas de Os Caça-Fantasmas, a cabeça de um Xenomorfo (do filme Alien), a máscara do Predador, o Chucky de Brinquedo Assassino, o pôster “I Want to Believe” de Arquivo X, e até um prisioneiro de Metal Slug. E tudo isso no mesmo estilo de arte do jogo, sem destoar.

Por falar no visual, a continuação segue o mesmo pixel art e mantém boa parte do material de Bud Spencer & Terence Hill: Slaps and Beans, como animações e efeitos sonoros. A novidade está nos novos cenários, inspirados nos filmes e muito bem detalhados, e também mecânicas inéditas de gameplay. Isso inclui coisas que só o Bud ou o Terence consegue fazer, seja na base da força ou com acrobacias. Cada um consegue fazer coisas específicas que, unidas, permitem resolver puzzles de cenário para poder avançar. Mais legal ainda é o afastamento de câmera em determinados momentos, possibilitando ver mais detalhes da fase e encarar muitos inimigos ao mesmo tempo.

Slaps and Beans 2
Para avançar nos puzzles, Bud Spencer e Terence Hill devem compartilhar habilidades

Ainda sobre os puzzles, a Trinity Team errou um pouco a mão na usabilidade. Eu demorei pra entender o que fazer em alguns deles, por falta de indicação ou por não conseguir identificar onde dava pra interagir e onde não dava (ou se deveria trocar de personagem para conseguir). Os minigames e chefões – cujo combate possui etapas – também causam uma certa confusão sobre o que deve ser feito, mesmo com dicas aparecendo na tela.

Variedade de minigames

Distribuídos pelas 15 fases de Slaps and Beans 2, os minigames são um show à parte. Claro, há uns melhores que outros, mas é divertido demais passar por eles junto da história pastelona. Inspirado do filme Par ou Ímpar (1978) temos dois minigames, um jogo de cartas simplificado pra cores (e com opção de trapacear) e outro de Pelota – que faria muito sucesso como jogo solo nos tempos de Super Nintendo. E como não poderia faltar, a cena do coral de A Dupla Explosiva (1974) dá as caras em um minigame de ritmo musical com todo aquele ‘Lalalalalala”. E, desta vez, as músicas mais famosas dos filmes foram devidamente inseridas no game.

Dentre os outros minigames, temos um de comilança com sequências direcionais pra acertar, um de jogo da memória com cartas embaralhadas, um de combate de airboats com arremesso de barris, e por fim um de treinamento com corrida, tiro ao alvo e obstáculos – sendo este o menos empolgante, na minha opinião. Todos os minigames estão disponíveis no menu principal pra jogar com mais três amigos localmente.

Slaps and Beans 2
O ritmo desse minigame é fácil. O problema é sair do coral sem errar

Apesar de todo o capricho, com destaque pro gameplay cheio de adições, o jogo não é perfeito. O combate segue um tanto truncado, com hitbox estranho e decisões de level design que podem travar os protagonistas e também os inimigos no cenário, às vezes impedindo o avanço de tela. A grande quantidade de objetos interativos, incluindo power ups pra dupla, podem ocasionar alguns bugs e glitches. Mas não é nada que patches futuros não possa corrigir.

A campanha de Bud Spencer & Terence Hill: Slaps and Beans 2 dura em torno de 4 horas, um pouco mais se desejar platinar. Não é muito, mas pra um Beat ‘Em Up tá na média. O replay vem com a dificuldade no hard e obviamente rejogar os minigames acompanhado de amigos. Se você é fã ou só um curioso que curte o gênero, tem mais é que conferir.

80%


Prós:

🔺 Pixel art mais detalhado
🔺 Várias adições bem vindas ao gameplay
🔺 Músicas clássicas dos filmes
🔺 Novos minigames

Contras:

🔻 O hitbox segue estranho
🔻 Apresenta bugs e glitches no lançamento
🔻 Algumas licenças poéticas destoam muito do restante do jogo

Ficha Técnica:

Lançamento: 22/09/23
Desenvolvedora: Trinity Team
Distribuidora: Buddy Productions GmbH
Plataformas: PS4, PS5, PC, Xbox Series, Xbox One, Switch
Testado no: PS5

Review – Ruff Ghanor

Rafael NeryRafael Nery27/02/2024

Review – Penny’s Big Breakaway

Renato Moura Jr.Renato Moura Jr.27/02/2024