Skip to main content

Depois do sucesso obtido com Chroma Squad, o estúdio brasileiro, Rogue Snail, está pronto para retornar aos holofotes com o lançamento de Relic Hunters Legend, um maravilhoso looter-shooter que vai agradar aos fãs de um bom RPG repleto de ação frenética.

Divertido, com muita personalidade e entregando uma experiência completa, desde conteúdo ao gameplay, o jogo que chega no final de setembro pela Gearbox Publishing como prova de que o Brasil vem crescendo e oferecendo excelentes profissionais para o mercado de games.

Numa galáxia muito, muito distante

Relic Hunters Legend é sinônimo de evolução, pois conseguiu mostrar como um jogo independente criado inicialmente em 2015 pode crescer para chegar num nível de competência muito acima, proporcionando uma construção narrativa impressionante e repleta de carisma.

O começo de tudo, com um pouco de filosofia e teoria

Controle sete Hunters que viajam pela galáxia com a nave Spaceheart caçando relíquias perdidas e enfrentando o malvado Duque Ducan, para derrubar o regimo opressivo imposto ao Berço e demais planetas pelo exército de vilões. Com a líder e capitã Pinkyy, o engenheiro-chefe Raff, o piloto Ace, Jimmy, o herói e rebelde mais procurado da galáxia, o brucutu intelectual e oficial de ciências Biu, e por último, mas ainda uma das mais interessantes, Panzer, a irmã de Jimmy que veste um pijama de texugo e só quer saber de destruir seus inimigos.

Mas não eram sete protagonistas? Sim! O sétimo e responsável por movimentar toda a história se chama Seven (ironicamente). Sem memória e atrelado ao artefato estranho, que lembra um D20 (dado de RPG), ele se junta aos Caçadores de Relíquias para relembrar sua própria história, enquanto descobre o verdadeiro passado da galáxia, além de revelar a cada missão o propósito por trás do seu personagem e os segredos dos seus poderes.

Mesclando temáticas sobre amizade e viagem no tempo, os jogadores vão aprendendo mais sobre o passado dos personagens, suas motivações e o que fizeram eles chegarem até o momento presente, além de apresentar os subalternos de Duncan e o mistério por trás de Seven e a relíquia que o “pato opressor” busca (ou teme). Tudo para descobrirmos como Duque Ducan conseguiu “apagar” o passado e surgir como falso herói para todos os habitantes dessa galáxia.

Relic Hunters Legend
Muito prazer, nós somos os Caçadores de Relíquias

Confesso que me surpreendi com a criatividade nas histórias apresentadas, por carregarem sempre uma boa carga emocional e realmente valerem cada minuto de jogo, deixando para a trama principal o desenvolvimento da jornada do herói ao mesmo tempo em que o jogador vai aprendendo mais sobre o jogo e os personagens. Com uma escrita muito competente, que sabe dosar brilhantemente os sentimentos de humor, os protagonistas tem um desenvolvimento mais aprofundado e que faz com que o jogador se importe com cada jornada.

Os desenvolvedores conseguiram, além do peso e importância narrativa para cada personagem, oferecem também estilos diferenciados de gameplay para cada um dos sete caçadores. Por conta de suas habilidades, você contará com diversas opções para quebrar os momentos de tiroteio frenético ao usar suas habilidades únicas e explorar as possibilidades dentro do combate, seja sozinho ou jogando no modo multiplayer.

Manopla cibernética, guitarra elétrica, escudo de energia, uma pá indestrutível, com as próprias mãos ou até mesmo com sua “misteriosa magia”, cada personagem complementará a ação com uma árvore de habilidades que precisará ser desbloqueada ao longo da jornada, seja para uso rápido após certo tempo de cool down ou como ataque especial.

Relic Hunters Legend
Todos nós estamos, Jimmy, o Rebelde bom de mira!

Relic Hunters Legend oferece todas essas opções para você experimentar todos os tipos de jogabilidade para buscar o melhor loot e construir sua própria build, personalizando cada um dos Hunters e desvendando os mistérios do Berço, planeta e centro do Império Ducan, visitando fases no Deserton Galyno (início da sua jornada) e em mais cinco áreas, além do Mercado Secreto, que abriga todos os Rebeldes.

Muitos motivos para se tornar um Hunter Rebelde

Relic Hunters Legend oferece diversos caminhos para você explorar este universo através de missões focadas em história principal, amizade, quests secundárias e a caça às relíquias, sinalizadas respectivamente por uma estrela amarela, coração roxo, estrela verde e um baú azul.

Tudo isso em sete modos de jogo, propostos a cada nova fase, com três níveis de dificuldades: Era Imperial (Normal), Era do Caos (Difícil) e Era Quebrada (Épico). Você terá estilos de fases focadas na ação frenética ao enfrentar o Império Ducan, além de outros modos como, por exemplo, exploração em busca de loot ou informações, proteger os hunters, áreas ou cargas, além de um modo exclusivo para coletar baús. Isso sem contar os demais planetas além de “O Berço”, com partidas cooperativas, masmorra semanal e coordenadas em busca de baús especiais.

Relic Hunters Legend
Menus práticos e simples para customização dos personagens

O estilo RPG que os desenvolvedores adicionaram ao fator looter-shooter faz com que a sua progressão justifique a busca por evolução no nível dos seus personagens, por conta das melhorias nos status de potência (ataque), vigor (vida), agilidade (movimentação) e espírito (ataque especial). Além dos atributos básicos, cada personagem possui três caminhos em suas habilidades, focando as melhorias em ataque, defesa e passiva.

Para mim a melhor opção feita pela Rogue Snail foi criar todo esse conteúdo de personalização e customização para cada um dos personagens, não apenas por justificar as sete histórias derivadas do plot principal, mas para que o jogador consiga experimentar e jogar com cada um dos protagonistas, de acordo com cada fase. Somente assim você poderá investir no seu preferido para seguir nas demais atividades e modo multiplayer online.

Divertido, bonito e carismático

Relic Hunters Legend parece até um jogo vindo diretamente dos desenhos que tínhamos no Cartoon Network durante o início dos anos 2000, com uma excelente direção de arte e trilha sonora incrível, que carregam carisma e bom humor. Tudo com muito estilo, cor e atenção aos detalhes, o universo criado pela Rogue Snail é repleto de vida e muito convidativo para ser explorado.

Relic Hunters Legend
Os personagens são muito bem animados e com movimentos claros

Esse jogo independente consegue rivalizar com muitos títulos AAA por oferecer um pacote completo ao trazer o estilo looter-shooter 2D, com ação frenética através de controles twin-stick shooter e que muitas horas parece um bullet hell, que acerta muito ao permitir a personalização dos controles e com comandos muito precisos.

Pela quantidade de conteúdo, confesso que fiquei um pouco perdido no começo por saber aonde começar, com qual Hunter eu precisava jogar, qual equipamento utilizar e como esse universo funcionava. No entanto, passado o frenesi inicial, os desenvolvedores se preocuparam em guiar seus primeiros passos para você ter um mínimo entendimento necessário e conseguir expandir sua experiência de acordo com sua própria evolução.

Também temos aquele “quê” de jogo gatcha com missões especiais (aleatórias e temporárias), para aumentar o fator replay, que já existe em cada missão por conta do loot aleatório, tarefas e níveis de dificuldade. Você precisará completar condições mais difíceis do que as apresentadas em cada fase como, por exemplo, “conclua 25 missões na Era Imperial”, para desbloquear recompensas extras.

Relic Hunters Legend
Comunidade muito valorizada, até com exposição de FanArt dentro do jogo

A cada elemento ou etapa que descobrimos durante o jogo, você terá ainda mais provas de que variedade é o que não falta. Tudo foi muito bem pensado e executado para que Relic Hunters Legend se tornasse um título simplesmente apaixonante e viciante, alternando entre as propostas de personagem, fase e história.

Este é mais um excelente trabalho desenvolvido por profissionais brasileiros e que merece ter sua atenção. Comece pelos quadrinhos, disponíveis gratuitamente pelo Tapas, invista todo seu tempo disponível e vamos torcer para que em breve venha uma animação pela Netflix, já que Relic Hunters: Rebeldes está disponível pelo serviço de jogos para celular.

Review – Ruff Ghanor

Rafael NeryRafael Nery27/02/2024

Review – Penny’s Big Breakaway

Renato Moura Jr.Renato Moura Jr.27/02/2024