Skip to main content

Militarismo com jogos de gerenciamento é uma mistura que, apesar de não muito frequente, faz bastante sentido. Enquanto jogos com o foco militar focam no gênero de estratégia, One Military Camp busca mostrar que, dentro do exército, o fator gerenciamento humano e de recursos também é parte importante do dia a dia.

Em One Military Camp, será o seu papel recrutar e treinar soldados que, como missão, terão que derrotar as tropas de Dragan Kalchik e, assim, recuperar todo o território do seu país. Para isso, você terá que gerenciar os recursos, alocar soldados para treinos específicos de acordo com as suas habilidades e, no final, escolher quem deve arriscar a vida nas missões.

Jogabilidade e mecânicas básicas

De início, One Military Camp me pareceu uma mistura de Evil Genius com Prison Architect. Encarregado de comandar um campo militar, você deverá recrutar soldados e, assim, alocá-los para as mais diversas tarefas e treinamentos. A estética lembra bastante o primeiro jogo citado, enquanto as mecânicas lembram o segundo.

One Military Camp
Minha impressão inicial não foi das melhores, mas ainda bem que eu estava errado

Os personagens terão habilidades que os tornam ideais para algumas tarefas. O seu papel, como gerente, é garantir que eles sejam treinados de acordo com a sua aptidão para, no final, estarem aptos a concluírem missões pelo mapa em troca de recursos ou território. Você poderá acompanhar de perto esse treinamento, e poderá, também, decidir os turnos de trabalho.

O grande fator de diversão está na expansão do campo militar. Conforme novas tecnologias são desbloqueadas, novos edifícios surgem, possibilitando novos treinamentos e, também, uma qualidade de vida melhor para os soldados. Outra possibilidade é produzir os recursos necessários para manter o campo funcionando, em vez de comprá-los de fornecedores. Dá até para criar uma linha de produção interna e, assim, vender o excedente.

Alguns problemas e veredito

Um ponto de destaque de One Military Camp é o design. A UI é simples, mas funcional, e o estilo de arte foi escolhido com muito bom gosto por parte dos desenvolvedores. Esse é claramente um jogo que bebe da fonte de Evil Genius, mas há alguns fatores que o diferenciam do título da Rebellion. Confesso que no início achei que esse seria um jogo com uma aparência mais mobile, mas me surpreendi positivamente com os gráficos.

Fazendo uma comparação dos minions de Evil Genius com os soldados de one Military Camp, o microgerenciamento dos últimos é muito maior do que os dos primeiros. Você, além de designar tarefas e treinos de acordo com as habilidades, também terá que alocá-los em alojamentos. Você deverá acompanhá-los de perto caso queira tirar o melhor dos treinos, sempre colocando-os em melhores edifícios de forma manual.

One Military Camp
Os gráficos são surpreendentemente bons

As missões, ao meu ver, poderiam ser comandadas manualmente, mas o jogo apenas te coloca na tarefa de escolher as tropas e rezar para que elas realizem a missão conforme um número de probabilidade. Você saberá dos eventos que acontecem dentro da missão, mas a sua ação direta é bem limitada. Sei que um sistema de combate manual seria muito trabalhoso, mas esse seria um diferencial que colocaria One Military Camp também no gênero de estratégia.

Considerando a proposta, One Military Camp é um jogo simples, mas bem viciante. A sua curva de aprendizagem não é tão difícil, então quem tem interesse em jogos de gerenciamento, mas tem medo da complexidade, pode se aventurar por aqui tranquilamente. A interface dos jogos desse gênero costuma ser confusa, mas os desenvolvedores fizeram um bom trabalho, tornando bem fácil de ver os dados relevantes para a manutenção da base. É um jogo recomendado para iniciantes no gênero de gerenciamento.

85%


Prós:

🔺 Design bonito
🔺 Interface intuitiva
🔺 Simples, mas não simplório

Contras:

🔻 Otimização ruim
🔻 Excesso de microgerenciamento

Ficha Técnica:

Lançamento: 20/06/23
Desenvolvedora: Abylight Barcelona
Distribuidora: Abylight Barcelona
Plataformas: PC

Review – Ruff Ghanor

Rafael NeryRafael Nery27/02/2024

Review – Penny’s Big Breakaway

Renato Moura Jr.Renato Moura Jr.27/02/2024