Skip to main content

Kraino Origins é uma carta de amor aos jogos de plataforma retrô, pensado e desenvolvido por Angel Dorantes e publicado pela Elden Pixels, de Alwa’s Awakening. Assim como os jogos clássicos que foram usados como inspiração, este indie é uma jóia do gênero plataforma e que merece ser descoberto.

Reciclando diversas ideias e oferecendo mecânicas já consolidadas, o trabalho de um homem só à frente da Gametomic ironicamente resgata os tempos áureos do Super Nintendo, trazendo diversão e desafio na medida certa.

Rise from your grave

Em uma terra distante, assim como acompanhamos na sequência de abetura, o malvado Dr. Batcula está criando um exército com monstros que já partiram deste mundo. No entanto, seu plano não funciona ao reviver Kraino, um guerreiro esqueleto que mantém sua “força do bem” e inicia sua jornada para derrotar mal.

Kraino Origins
Nada como levantar do túmulo e buscar por um chapéu novo

Usando uma cartola azul, com o restante de armadura roxa e uma foice, controlamos Kraino por 14 fases diferentes, enfrentando caveiras, ghouls, fantasmas, insetos e experimentos científicos, além de oito chefões diferentes, para deter os planos do Dr. Batcula.

Misturando Castlevania, Mega Man, Metroid, Super Mario Bros. 3 (principalmente na solução para o mapa deste mundo), Shovel Knight e Ducktales, Kraino Origins entrega uma excelente experiência plataforma, com movimentação fluida para o protagonista e boa construção de level design.

Se você estiver buscando por novidades, este não é o título ideal para você, mas com certeza vai agradar aos mais nostálgicos e quem está procurando por um jogo desafiador, gostoso de jogar e divertido.

Kraino Origins
Olha que incrível esse cenário e trabalho de pixel art!

Seja por reconhecer padrões de jogos anteriores, movimentos de personagens que já conhecemos, como o pulo de Castlevania e a reação de Kraino igualzinha ao do Mega Man ao sofrer dano, ou pelo desafio em explorar o cenário em busca paredes que podem ser quebradas, tudo foi perfeitamente pensado no jogador.

Desafiador na medida certa

O jogo oferece oito estágios, até que relativamente grandes, para você enfrentar inimigos, alcançar check points, buscar pelos itens de melhoria e arma vendidas exclusivamente dentro das fases. Ao final de cada um desses estágios, você enfrentará um chefão com ataques próprios, mas que possuem comportamento e movimentação muito parecidas entre eles.

Com Kraino você poderá pular, atacar com sua foice, usá-la para girar (usando direcional para cima ao atacar) e rebater projéteis, atacar e defender-se para baixo ao pular (usando direcional para baixo ou botão próprio) ao melhor estilo Shovel Knight e Ducktales, além das armas equipáveis e que você poderá comprar (usando o dinheiro que ganha ao derrotar os inimigos) ao achar os quartos secretos de Kalcimore.

Kraino Origins
Dr. Batcula que se cuide, Kraino está chegando…

Ao todo são seis armas diferentes, com bola de fogo, machado que causa paralisia, bomba incendiária, bola de ferro, bumerangue de osso e, a melhor de todas, Escudo Ecto, que protege e causa dano. Além disso você poderá encontrar até três fragmentos de alma por fase, para aumentar seu HP, e a insígnea que também aumentará sua energia, exigida para utilizar a arma.

Com uma curva bem tranquila de aprendizado e dificuldade, o jogo também vai acrescentando elementos conforme você avança pelas fases, elevando a dificuldade do fator plataforma. Tudo muito bem construído para você testar, morrer e voltar, sem grandes impactos negativos ao progresso do jogo e muitas vezes com um check point por perto.

Destaque para as seis fases de desafio, em que você precisará ir do início ao fim sem morrer. Mesmo sem pontos para salvar seu progresso no meio do caminho ou não tendo chefão ao final, estas fases são muito desafiadoras pela quantidade de inimigos e plataformas diveras, mesclando quase tudo o que você encontra durante o jogo.

Kraino Origins
Apenas 3h de jogo? Queremos mais!

Minha única crítica fica na existência do Ecto Escudo, mesmo sendo a última arma para ser comprada, pois com ela você não terá muito trabalho contra os inimigos, inclusive deixando o chefão final muito fácil de ser derrotado. Mesmo na penúltima fase em que você precisará enfrentar todos os chefões, em grupinhos de três, o desafio foi minimizado.

Com arte e trilha sonora de matar

A direção de arte e o trabalho com a pixel art de Kraino Origins é simplesmente incrível. Mesmo simulando jogos da geração 16-bit, inclusive com filtros para simular portáteis da década de 90, o desenvolvedor conseguiu trazer muitas cores para o protagonista, criando um personagem caricato e cativante, além de um mundo vivo.

Os cenários, por mais clichês que possam ser, oferecem sempre algo de novo como, por exemplo, visão externa de um castelo ou salas com elementos temáticos da fase. O mesmo acontece com os inimigos, que acompanham essa proposta de ambientação, além de boa variedade e diferentes comportamentos.

Kraino Origins
Diversos filtros retrô para estilizar a jogatina

Para a trilha sonora, tudo sendo trabalhado pela mesma e única pessoa, temos uma música que brinca com o estilo dos jogos retrô ao mesmo tempo em que cria sua própria identidade, fazendo você curtir cada fase e combinando com o estilo do momento que você está enfrentando.

Mesmo sendo um jogo curto, com apenas 3h de duração para ser completado em sua totalidade, Kraino Origins é divertidíssimo e merece ser jogado, principalmente por quem cresceu vivendo os tempos áureos dos plataformas mais famosos. Agora fica a esperança de mais atualizações vindo no futuro.

Imagem do texto de RKGK

Review – RKGK / Rakugaki

Marco AntônioMarco Antônio10/06/2024

Review – Blockbuster Inc.

Paulo AlmeidaPaulo Almeida04/06/2024