Skip to main content

Para aqueles que acreditam que o mercado de jogos battle royale já saturou, vocês estão muito enganados. Como o livro que empresta seu nome ao gênero e o jogo mais famoso do mesmo nicho, o que importa é inovar a ideia de tempos em tempos. Com esse tipo de pensamento, Hawked busca no passado sua originalidade.

Focando em trazer um loop de gameplay diferenciado, ao invés de apenas sobreviver e lootear o corpo dos inimigos derrotados, Hawked leva o jogador à Ilha-X, lar de inúmeros tesouros incríveis e relíquias capazes de alterar o desfecho dos encontros com inimigos e outros jogadores. Uma mistura de Uncharted com Fortnite olhando por cima, que tem muito escondido em suas cavernas.

Correndo contra o tempo e pelo tempo

Hawked apresenta ao jogador a organização GRAIL, uma equipe científica em busca dos artefatos místicos espalhados pela Ilha-X, um local com um cenário paradisíaco, mas habitado por monstros terríveis chamados Discípulos, guardiões dos segredos por trás das relíquias e encarregados de deterem os jogadores de saquearem a ilha e seus tesouros.

Imagem do texto de Hawked

A GRAIL usa os artefatos descobertos e outros itens obtidos pelos jogadores de modo a descobrir um grande artefato lendário. Resta à você garantir que eles atinjam este objetivo. Controlando um renegado próprio, nome dado à profissão do jogador em Hawked, o jogador é como um mercenário, matando os discípulos e outros jogadores para retornar assim com o maior loot possível.

Usando o submarino Furafendas como base, o jogador terá acesso à Cynthia, a líder da expedição da GRAIL e outros NPCs, Bjorn, um especialista em relíquias, e outros personagens menores responsáveis por colocações e compra / venda de itens. Itens estes que pouco alteram em si o gameplay, mas logo mais falaremos deles.

Com este objetivo principal em mente, o jogador deve fazer o máximo para dominar todas as adversidades presentes na Ilha-X, usando seu lançador inicial, armas espalhadas pelo local e o poder de relíquias compradas ou coletadas pela ilha em sessões passadas.

Imagem do texto de Hawked

Saqueando em nome da dominação

Com o Furafendas, o jogador é transportado através de sua prancha flutuante até a ilha. Se guiando pelo mapa e pelo seu localizador, o jogador pode encontrar mistérios para solucionar e desafios em busca de pistas. Isso é o básico do loop de gameplay de Hawked, com o jogador desbravando estes desafios em busca de glifos que servirão como resposta para abrir a câmara principal.

Pelo mapa é possível encontrar grandes pontos de interrogação amarelos. Estes pontos significam que há uma pista lá e cada um possui diversos tipos de desafios ou quebra-cabeça. Alguns são simples como atirar em pontos determinados ou encontrar itens repetidos em diferentes conjuntos, mas há também desafios onde é preciso derrotar poderosos discípulos, maiores, mais fortes e bem mais equipados.

Após conseguir coletar os glifos necessários e adquirir um bom loot, o jogador deve seguir até a câmara principal, onde após inserir a combinação de glifos, poderá acessar o câmara onde está o tesouro máximo da partida. Com o tesouro em mãos o objetivo agora é outro. Se estiver em equipe, você tem ajuda para sobreviver até conseguir extração pelo portal. Caso contrário se prepare, pois toda a ilha pode ver sua localização e todos querem para si o artefato.

Imagem do texto de Hawked

Usando suas armas, granadas, refrigerantes que curam vida, artefatos, melhorias e equipamentos, o jogador deve capturar o ponto do portal e esperar a extração que leva em torno de um minuto e meio. Caso seja abatido durante este tempo você ainda tem uma chance, afinal caso o jogador esteja carregando uma relíquia consigo ele pode retornar se morrer, mas isso só funciona uma vez, então cuidado!

Seja um com a ilha

O maior segredo para o sucesso é aprender a usar o terreno da Ilha-X a seu favor. Hawked traz uma mecânica semelhante ao parkour, e com isso todo local pode acabar virando um ponto de vantagem. Outro detalhe interessante é que em Hawked o jogador não nada em áreas alagadas, tendo acesso a sua prancha futurista, capaz de deslizar em alta velocidade sobre as águas, tornando as fugas e perseguições mais emocionantes.

O estilo de arte de Hawked é cartunesco, o que impossibilita não traçar comparações com seu outro grande concorrente, Fortnite, o titã do gênero. Sendo um ávido jogador de Fortnite, admito que Hawked lembra por seu visual, mas as propostas de ambos os jogos difere totalmente – ainda que meses atrás Fortnite tenha trazido o evento de exploração de Indiana Jones na temporada 3, capítulo 3 ou as ruínas dos Autobots na recente temporada 3, capítulo 4.

Imagem do texto de Hawked

Infelizmente, Hawked está lutando para manter seus servidores povoados. O gameplay, mesmo que semelhante ao modo Zero Construção de Fortnite, consegue ser mais divertido e emocionante. Me senti jogando algo como Warzone, com os outros jogadores preferindo manter a distância e se camuflar com o ambiente.

As grandes diferenças são, como dito anteriormente, os artefatos, equipamentos e melhorias. Os equipamentos podem ser tanto ativos, como de suporte, criando opções de ataque e defesa para o jogador e seus aliados, enquanto os de suporte focam em recuperação de vida em área. Os artefatos e melhorias atuam de maneira passiva, aumentando certos aspectos do personagem do jogador, garantindo mais vida, maior recuperação de estamina ou captura de itens.

Quais tesouros nos aguardam?

Hawked continua em sua primeira temporada, chamada “Renegado”. No entanto, já há planos para as próximas três temporadas, cada uma chegando em um dos próximos trimestres de 2024. Com as novas temporadas, o jogo chegará aos consoles, trará novas armas, novos inimigos, novos itens cosméticos e mudanças no mapa.

Imagem do texto de Hawked

O jogador recebe certas missões dos NPCs no Furafendas e com isso pode ganhar moedas pertinentes ao jogo que podem ser trocadas por melhorias, artefatos e equipamentos. Quanto ao itens cosméticos, grande parte ainda é por meio de micro-transação ou pelo passe de batalha, que é bem longo e exige uma certa dedicação do jogador para completá-lo.

Para quem já está acostumado com o gênero, vai perceber que Hawked ainda permanece cru, distante de seu total potencial. É divertido, mas não chega a se destacar. Resta esperar as próximas temporadas para ver se teremos um verdadeiro diamante bruto nesta busca por tesouros.

65%


Prós:

🔺 Estilo visual diferenciado e único
🔺 Gameplay engajante e com variedade de itens
🔺 Não é tão dependente de micro-transações
🔺 Puzzles divertidos

Contras:

🔻 Pouco engajante para longas sessões
🔻 Tempo de espera por partida
🔻 Passe de batalha caro e difícil de se completar
🔻 Falta incentivo para a exploração

Ficha Técnica:

Lançamento: 30/11/23
Desenvolvedora: MY.GAMES
Distribuidora: MY.GAMES, The 4 Winds Entertainment
Plataformas: PC, PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series
Testado no: PC

Review – Ruff Ghanor

Rafael NeryRafael Nery27/02/2024

Review – Penny’s Big Breakaway

Renato Moura Jr.Renato Moura Jr.27/02/2024