Skip to main content

Mesmo próximo ao fim do ciclo de vida do Nintendo Switch, fomos surpreendidos com o anúncio e lançamento repentino de Everybody 1-2 Switch!, que chega prometendo expandir a experiência do jogo anterior e colocar até 100 jogadores para competir em tempo real.

Com a proposta inicial em demonstrar o potencial dos Joy-Cons, a Big N conseguiu resgatar um jogo esquecido por todos na tentativa de agradar um público ainda maior, com brincadeiras divertidas e vergonhosas, que vão tirar boas risadas por pelo menos uma horinha.

Equilíbrio entre caos e diversão

O jogo oferece uma grande quantidade de minigames para você competir com seus amigos ao mesmo tempo em que paga mico pela proposta irreverente e simples que eles possuem. A graça não é necessariamente o jogo em si, mas a diversão está na competição, os movimentos e situações ridículas que ele gera, além do esforço em usar seu corpo como parte fundamental para os comandos.

Everybody 1-2 Switch!
Poucas opções para sorteio dentre todos os minigames

Conectando até oito Joy-Cons e com a possibilidade de utilizar até 100 smartphones, mesmo com a necessidade de conexão online, a Nintendo conseguiu facilitar o multiplayer, vencendo a barreira dos caríssimos joysticks, para que um público casual pudesse aproveitar ainda mais o console, sendo um atrativo para festas ou pequenos encontros; mesmo não sendo um Wii Sports, no mesmo nível de criatividade e diversão, este resgate pode ser considerado inclusivo e acessível para explicar o por quê Everybody 1-2 Switch! existir em pleno 2023.

Apresentado e mediado por Horace, nosso mestre de cerimônias que por algum motivo inexplicável possui uma cabeça de cavalo e veste um terno roxo, com uma cenoura gigante no bolso superior, os jogadores participarão em rodadas competitivas que vão de 20 a 60 minutos.

Escolhidos aleatoriamente, com oferta de mais ou menos 10 a 12 minigames dentre as 28 opções disponíveis, somos apresentados ao título, um breve tutorial em vídeo e uma rodada teste, antes de seguirmos para a jogatina.

Everybody 1-2 Switch!
De longe o joguinho mais divertido de Everybody 1-2 Switch!

Todos os pequenos e breve jogos, com duração de um ou dois minutos, exigem certa interação com o Joy-Con ou smartphone, quase sempre com o apertar de poucos botões e sempre atrelado aos movimentos do corpo. Ao balançar o controle na direção correta, você pontuará em busca da vitória ao mesmo tempo em que vai dar boas risadas das situações engraçadas que os minigames exigirão de você.

Mesmo com um modo competitivo em que as partidas são sorteadas através de uma roleta, os desenvolvedores poderiam trabalhar numa opção com lista para você escolher e até mesmo montar a sequência de partidas que desejar, assim como Wario Ware e Mario Party fazem, oferecendo um modo para testarmos todos os jogos.

Por mais que os jogos ofereçam variações deles mesmos, quando uma partida é completada e você acidentalmente sorteia o mesmo jogo novamente, a falta de uma opção para escolhermos aqueles que mais gostamos ou até mesmo evitar a repetição durante a rodada ajudaria ainda mais aproveitarmos o jogo como um todo.

Everybody 1-2 Switch!
Uma pequena ajuda para tentar roubar pontos e virar a partida

Na minha primeira vez com Everybody 1-2 Switch!, por exemplo, acabei jogando duas vezes seguidas o Balloons: na primeira com a silhueta de fundo para você encher o balão até o limite, sem estourá-lo, e numa segunda partida sem o apoio de fundo. Depois disso foram mais dois minigames até encerrar a partida, com a minha esposa me vencendo por 3×1.

Criatividade para todas as idades

Entre os mais divertidos estão uma batalha entre samurais, movimentos ritmados para recepcionar alienígenas, flipar ou levantar o Joy-Con para simular movimentos ao cozinhar, jogos de trivia para quem responde mais rápido, fazer agachamentos ritmados, pular corda, atletismo e uma luta com cinturas para tirar o adversário da plataforma.

Acredito que algumas soluções não funcionam muito bem como, por exemplo, a simulação de ninjas, em que um jogador atira shurikens e outro precisa rebater com sua katana; a dança das cadeiras também foi outro que é pouco viável, principalmente se você possui um espaço pequeno para jogar.

Everybody 1-2 Switch!
Não foi o suficiente e eu perdi para a minha esposa…

Críticas à parte, achei bem criativo o esconde-esconde, em que você precisa encontrar um dos Joy-Cons, além do que você utiliza o celular para tirar fotos do que está sendo solicitado pelo jogo. Até mesmo o bingo fica fácil de divertir quando os jogadores já estão cansados ou não tem mais idade para muitos movimentos malucos por 20, 40 ou 60 minutos seguidos.

Muito colorido, quase como uma viagem aos programas de TV da década de 80, com diversos efeitos sonoros e repleto de vídeos para apoiar as atividades propostas, Everybody 1-2 Switch! cumpre a proposta, mesmo não tendo localização para o PT-BR dentro das oportunidades de inclusão para jogadores casuais. Como um reforço aos demais jogos da Nintendo com essa mesma proposta, com certeza vai dar ainda mais fôlego aos últimos suspiros do console e divertir muita gente!

Review – Another Crab’s Treasure

Renato Moura Jr.Renato Moura Jr.24/04/2024
Stellar Blade

Review – Stellar Blade

Diego CorumbaDiego Corumba24/04/2024