Skip to main content

Eastward foi uma joia que ninguém esperava que fosse chegar com todo o impacto que causou, trazendo uma história excelente, cenários e personagens marcantes, belo gráfico em pixel-art, um sistema de combate e quebra-cabeças divertidos e desafiadores. Eastward: Octopia no entanto tira toda a ansiedade causada pelos combates e tudo mais e deixa o jogador e os personagens desse mundo finalmente relaxarem!

Lançado em 31 de Janeiro, acabei ficando mais tempo do que esperava em Eastward: Octopia, explorando seus segredos, plantando e cozinhando com Jhon e a jovem Sam, além de ajudar os novos habitantes e visitantes de Octopia. Transformando o que antes era um parque abandonado, em um verdadeiro paraíso de férias, pronto para receber a todos de braços abertos.

Começando com as pedras

Por mais que leve o nome do jogo original, Octopia é ao que parece uma realidade alternativa, talvez criada pelo Miasma do jogo original. Nesta nova realidade muito mudou, Jhon e Sam não se lembram de suas aventuras, Solomon agora é um agente imobiliário, William está mais saudável e anda com seus dois filhos, ao invés de apenas DanielBot, ou seja uma nova vida foi soprada em todos.

Review Eastward-Octopia

Octopia abre com Jhon e Sam sendo levados até uma simples casa, com um terrano para plantio logo em frente. Sendo essa a nova casa da dupla, com o passar do tempo este local antes abandonado logo começara a se encher de vida nocamente, tal qual como no jogo original com a força de vontade, trabalho e energia de Jhon e Sam, trazendo vários novos moradores para a região e visitantes em busca dos dons de Jhon.

Dons estes que descobrimos logo no começo da DLC, afinal o objetivo de Eastward: Octopia é trazer uma “aventura” mais calma, mostrando a dupla vivendo do que plantam e produzem, além de Jhon se mostrar um excelente chef, o que faz com que vários olhos se voltem a Octopia a fim de experimentar pratos exclusivos e diferentes criados por lá.

Além de agradar visitantes, os pratos de Jhon são capazes de melhorar a vida daqueles que chegam a Octopia em busca de ficar no local, desbloqueando novos personagens, lojas, upgrades e trabalhos. Com isso novas áreas, visitantes e acontecimentos também são desbloqueados, o que torna um conteúdo adicional excelente para quem quer mais dos personagens de Eastward e novas aventuras.

Review Eastward-Octopia

Polegar verde, pescador nato e mestre cuca

A muito trabalho a ser feito em Eastward: Octopia e para isso Jhon e Sam precisam de sal, a moeda do jogo que inicialmente conseguimos vendendo o que plantamos para William em sua loja, ou em pequenos fragmentos encontrados pelo chão. Com o passar do tempo e novos moradores chegando a cidade, prédios melhores e novos personagens conseguimos melhorar e diversificar como conseguimos sal.

Afinal além de plantar Jhon pode começar a criar animais como galinhas, porcos voadores, vacas voadoras e abelhas, além de poder pescar nos diversos locais com água de Octopia. Usando os ovos adquiridos de aves, cogumelos de porcos, leite de vacas e mel, também é possível diversificar as receitas que podem ser vendidas a William por um alto valor.

Com a chegada de Alva e Isabel a vila, o jogador desbloqueia o minigame das minas de minério, que servem para que possamos adquirir materiais necessários para construção de novos locais, melhorar ferramentas e claro, conseguir sal. Controlando o pequeno robô Sonic Punk em um “jogo”, devemos explorar níveis subterrâneos onde temos um número X de bombas, que podem ser melhoradas no laboratório de Alva e Isabel, com elas vamos abrindo caminho até onde conseguirmos chegar com aquele total de bombas.

Review Eastward-Octopia

Com o passar do tempo o local passa de terreno abandonado para uma prospera comunidade, preenchendo o silêncio do abandono com o riso dos novos moradores do local, que podem ser convidados por Sam e Jhon para um delicioso jantar. Reforçando ainda mais o laço entre os personagens, além de fazer com que as obras saiam mais rapidamente e que haja um desconto nas lojas no dia seguinte.

Explorando um novo mundo

O mapa de Eastward: Octopia é bem menor que o do jogo original, mas traz áreas que remetem muito ao mundo do game original, como o da cidade abandonada rumo as montanhas nevadas, local onde o jogador pode encontrar e capturar a vaca voadora, caso já tenha construído o celeiro. Além da área principal que consiste da fazenda de Jhon e Sam e a cidade, há ainda um pântano onde descobrimos o primeiro minigame de bombas, uma montanha nevada e uma praia.

No pico da montanha encontramos uma misteriosa semente, enquanto na praia encontramos um novo local para pesca de frutos do mar e uma nova área para se minerar metais e sais preciosos. Provando que ainda há muito segredos a serem descobertos além do Miasma do jogo principal, porém ver os personagens em uma nova roupagem e vida completamente diferente daquela vivida por eles no subsolo é muito reconfortante e revigorante.

Review Eastward-Octopia

Usando as novas áreas o sal e o metal adquirido em escavações no minigame de bombas, Jhon pode proporcionar a Sam e a ele mesmo uma nova vida, em uma grande casa, cheio de amigos. Trabalhando juntos em sua fazendo colhendo, plantando e preparando diversas refeições deliciosas para ambos ou para seus amigos e visitantes. Só não esforce Jhon demais para não acabar com sua barra de estamina de uma vez só, sempre faça pausas para comer, descansar e ir ao banheiro.

A nova história somada ao design de pixel-art e trilha sonora calma e relaxante transformam Octopia em uma excelente nova empreitada no universo de Eastward para aqueles que já terminaram o jogo original, ou uma pausa para aqueles que estão combatendo o Miasma e suas criaturas. Um raio de sol que penetra as sombras da história original e faz rotar um sonho dentro do Miasma

100 %


Prós:

🔺 Extremamente divertido e relaxante
🔺 Desafiador na medida certa
🔺 Muitos locais para explorar e interações com NPCs

Contras:

🔻 Bem curto
🔻 Pode se tornar repetitivo caso fique travado em certos objetivos

Ficha Técnica:

Lançamento: 31/01/2024
Desenvolvedora: Pixpil
Distribuidora: Chucklefish
Plataformas: PC, Nintendo Switch
Testado no: PC

Imagem de Children of the Sun

Review – Children of the Sun

Marco AntônioMarco Antônio09/04/2024
imagem de Ereban: Shadow Legacy

Review – Ereban: Shadow Legacy

Marco AntônioMarco Antônio09/04/2024