Skip to main content

Eu não sei nem quem vai ler isso. Acho que alguém vai encontrar, eventualmente. Talvez daqui a cem anos.Mark Watney – Perdido em Marte

Neste game você é o responsável por dirigir o sonho de Elon Musk, o Tony Stark da vida real, controlando todos os pormenores da colonização humana em Marte. Desenvolvido pela Haemimont Games, responsável por alguns jogos da série Tropico e publicado pela Paradox Interactive, Surviving Mars leva a experiência de gerenciar uma parte da civilização à novos ambientes, indo audaciosamente onde nenhuma Adriana jamais Esteves.

Surviving Mars é um RTS com um nível de complexidade diferenciado. Fãs de jogos anteriores da dupla Haemimont e Paradox se sentirão em casa, apesar que habitualmente esse nível de complexidade são mais presentes em jogos TBS (Turn-Based Strategy). Essa diferença traz seus pontos positivos e negativos.

Perdido em Marte

Dizer que em Surviving Mars você se sente Perdido em Marte não é nenhum exagero. O jogo te apresenta diversas opções de como iniciar sua partida, com definições de personagem, empresa financiadora, entre outras. Essas opções iniciais são relativamente bem explicadas, apesar que só farão mais sentido após algumas horas de jogo.

Tela exibindo configurações para iniciar o mapa.
Configurando os parâmetros da experiência.

O problema acontece depois que o jogo inicia de fato. Você recebe a opção de onde seu primeiro foguete vai pousar: caso você dê sorte, uma de suas sondas vai encontrar um lugar com recursos naturais próximos, como fontes subterrâneas de água, metais e concreto.

Uma vez no solo do planeta vermelho, você se sente como uma criança solta numa caixa de areia do tamanho de sua cidade – e com todas as possibilidades e perigos que isso significa. Seu primeiro foguete traz alguns recursos que serão fundamentais para você iniciar uma colônia minimamente sustentável, sendo capaz de produzir energia elétrica e fontes estáveis de concreto e metais.

Imagem do jogo Surviving Mars
É lindo ver seus filhos crescerem, mesmo que eles só saibam comer cola…

Agora você já não precisa mais se preocupar com a quantidade de energia elétrica que produz. Já está tranquilo com os bloquinhos de concreto no seu depósito. Já está com tantos metais que não sabe mais se está jogando Surviving Mars ou uma versão bootleg de Trombone Hero. Isso significa que é hora de começar de verdade.

Se o nome é Surviving Mars e drones não têm tanta dificuldade assim, é o momento de trazer estes malditos humanos para esta nova terra prometida. Um domo é tudo o que você precisa para recebê-los. A coisa complica quando você descobre a quantidade de recursos que esse domo precisa para resistir. E o quão complicados são os humanos que se dispõem a vir para Marte.

Imagem do jogo Surviving Mars
Sentindo a temperatura da água antes de pular na piscina.

Os pioneiros disponíveis para seleção exibem diversas características pessoais, como formação profissional, disposição sexual e hábitos para diversão (em alguns casos o segundo e o terceiro item desta lista podem ser o mesmo). Estas características são muito determinantes para a boa sobrevivência de sua colônia, desde a manutenção até o nascimento de novos colonos. Marcianos.

Marte Ataca

A manutenção de uma colônia é algo tão complicado quanto se pode parecer. A quantidade de recursos que precisam ser controlados são consideravelmente grandes e a imprevisibilidade do clima marciano não ajudam em nada para Surviving Mars ser um jogo relaxante.

Se você adora ficar preocupado se a captação de água está sendo suficiente para manter os alojamentos de sua colônia bem servidos, juntamente com o restaurante, o aquecimento do domo, o casino e sua plantação hidropônica (ou se seus colonos vão precisar se virar com a parte do hidropônico usando algum outro tipo de líquido), certamente vai adorar este game. Assim como Matt Damon.

Imagem do jogo Surviving Mars
Colônia desenvolvida e já cheia de problemas.

Surviving Mars possui uma mecânica de descoberta de anomalias, recursos que se encontram espalhados no mapa, e suponho que elas estejam vinculadas ao mistério que se seleciona antes de iniciar o mapa. Digo suponho porque não sei se é pura imbecilidade da minha pessoa ou se o jogo é realmente complexo a ponto de ser mais fácil gerenciar uma colônia marciana de verdade, mas ainda não consegui descobrir como desvendar nenhum maldito mistério.

Boa parte dos problemas que enfrentei com este jogo está relacionado à falta de um tutorial bem feito ou pelo menos uma campanha que te mostre como este novo mundo funciona. Surviving Mars busca redefinir o conceito de sandbox em um jogo que nem é sandbox, simplesmente pela falta de boas indicações ao jogador. Caso você não se incomode de ser solto sem grandes auxílios e se diverte remexendo em tudo e aprendendo com as experiências, isso não será problema algum para você.

Imagem do jogo Surviving Mars
Colônia ainda mais desenvolvida e com muito mais problemas!

Dito isso, Surviving Mars é um jogo relativamente bem feito, sem uma proposta realmente inovadora, já que não cria nada de novo no gênero e não traz melhorias para o que utiliza. O ponto que reforço é sobre o nível de frustração que a maneira como ele é construído pode causar: não sou um grande fã de experiências tão soltas quanto essa, mas consigo perceber o apelo para os apreciadores. É um ótimo game para momentos em que você está bem tranquilo e precisa de mais momentos desnecessários de stress ou está treinando para trabalhar em uma repartição pública onde nada funciona nem perto do esperado.

Imagem do texto de RKGK

Review – RKGK / Rakugaki

Marco AntônioMarco Antônio10/06/2024

Review – Blockbuster Inc.

Paulo AlmeidaPaulo Almeida04/06/2024