Skip to main content

O ano é 1999 e George Lucas resolveu trazer de volta aos cinemas a sua maior obra de arte, representada numa nova trilogia explicando os eventos que levaram Anakin Skywalker a se transformar em Darth Vader. Se o filme foi bom ou ruim não será uma discussão aqui, porém uma cena chamou bastante a atenção dos fãs. No planeta de Tatooine vemos uma intensa corrida dos veículos podracers e isso inspirou um jogo próprio para o Nintendo 64 e PC, chamado Star Wars Episode 1: Racer.

Apesar do longa-metragem ter apenas uma sequência da disputa e isso ter sido citado aqui e ali pela franquia, o game foi um sucesso e um dos títulos que chamavam a atenção no N64, já que no fim dos anos 90 os computadores ainda não eram tão acessíveis. 21 anos depois e com o fim de uma nova trilogia, dessa vez a Aspyr decidiu trazê-lo de volta no PlayStation 4 e no Nintendo Switch, completamente remasterizado. Apesar das ações do tempo e da época estarem contra, o jogo mostra que ainda tem a Força para ser o número 1 das pistas.

Velozes e Furiosos

Se você não se recorda dessa lendária cena, não precisa se preocupar. A cena inicial do game é a mesma corrida no planeta Tatooine, com direito a narradores e todos os oponentes que disputam contra você. Se eu pudesse resumir esse intenso jogo de corrida numa palavra, apesar de ser óbvia, seria velocidade. Quando dá a largada, você consegue sentir exatamente como está veloz e, meus amigos, aí você verá que, apesar dos gráficos envelhecidos, isso é tudo que importa.

Mas as corridas de podracers em Star Wars Episode 1: Racer não são apenas você chegar do ponto A ao B tranquilamente e a velocidade está muito bem-acompanhada do perigo que o esporte representa. Além dos inúmeros obstáculos que cercam a fase, que vão desde grandes torres no meio da pista até um túnel antigravitacional com meteoros no caminho, bater nos demais corredores pode representar um grande acidente para você também. Apesar de acidentes ocasionarem atrasos de poucos segundos, isso pode te tirar do primeiro e deixar você nos últimos. Enquanto corre suas 600mph, o que se aproxima de 965km/h, desviar destes perigos é uma das suas maiores chances de vitória.

Imagem do review de Star Wars Episode 1: Racer
Você começa perto dos 400mph e acabará nos 900mph.

Admito que não esperava muito deste game, até por ser uma remasterização que está bem distante do original e nem sempre isso acaba vindo de uma forma boa. Mas ele superou a minha expectativa tranquilamente por, em primeiro lugar, ter seus sons fidelizados na atual geração e trazendo as músicas clássicas de toda a saga. Isso com certeza te fará ter a sensação de que está no universo Star Wars, mesmo vindo de um jogo de 1999. O som do motor, os gritos dados a cada batida ou ao apertar o botão designado para ações do piloto, o narrador, tudo te empolga.

Se isso não é o suficiente para te convencer que o jogo é bom, além das corridas você pode comprar peças para melhorar os seus veículos diretamente do Watto e, detalhe, ele continua chato e irritante como se lembra. Além da loja que permite essas melhorias, também há o lixão que você pode encontrar peças boas a preços mais acessíveis. Não serão melhores quanto da loja, mas dão uma pequena ajuda caso seus pontos não estejam muito favoráveis.

Imagem do review de Star Wars Episode 1: Racer
A cada corrida você ganha pontos que podem ser gastos com Watto.

E essas melhorias você pode implementar em todas as 25 naves disponibilizadas no game, que conta com vários pilotos diferentes que vão desde o próprio Anakin até o criminoso Sebulba. Além delas, também poderá comprar droids que vão auxiliar no reparo do seu veículo de forma mais rápida e eficaz, para não ter de começar uma nova corrida com o podracer já dando problema.

Star Wars Episode 1: Racer derrapa

Apesar de toda a velocidade e empolgação, o jogo é relativamente curto. São oito planetas que você vai percorrer, em praticamente quatro campeonatos que vão do Easy ao Very Hard. Star Wars Episode 1: Racer se garante no fator mutiplayer, já que você pode chamar um amigo para uma partida e no replay, qual você jogará com outros veículos, tentará adquirir novas peças, tentará bater seu recorde em certas voltas e até desbloquear Sebulba.

Mesmo assim, um jogo desses que se garante para competições não contar com um fator online em tempos de pandemia é até irritante. Juro que até cogitei que seu adiamento repentino foi devido a isso, para poderem implementar, mas me enganei. Pois é, em isolamento social o que resta é jogar sozinho mesmo e vida que segue até alguém ter a genial ideia de adicionar mais essa opção.

Imagem do review de Star Wars Episode 1: Racer
Infelizmente você estará sozinho se não tiver alguém pra jogar em casa.

E você pode notar no vídeo que, graficamente, ele está datado. Porém, isso não atrapalha em absolutamente nada. Inclusive, foi até mais simples identificar alguns atalhos e agradeço por isso. Tanto os obstáculos quanto os demais veículos e até mesmo o mapa rústico que fica no canto direito são facilmente compreensíveis no seu campo de visão. Na medida do possível, as pistas também representam bem o universo de Star Wars e estão completamente aptas para você voar nas suas naves.

Vamos ser sinceros aqui, Star Wars Episode 1: Racer é um jogo mega divertido. A velocidade e a adrenalina de desviar dos perigos te moverá para finalizar todos os campeonatos e sempre buscar ser o mais rápido. A atmosfera da franquia só ajuda a percorrer esse caminho, já que estamos em falta deste tipo de corridas com F-Zero, Wipeout e vários outros que nos deixaram e nunca mais tiveram títulos novos.

Imagem do review de Star Wars Episode 1: Racer
Ele preenche um espaço deixado por F-Zero e Wipeout.

Só que, além de tudo isso, o jogo é muito simples. Com os gráficos remasterizados, opções que limitam e sendo relativamente curto, acredito fielmente que os fãs mereciam muito mais. Um remake ou um novo game da franquia seriam excelentes, mostrando que esse universo é muito maior do que apenas guerra de naves e cavaleiros Jedi lutando pelo bem da galáxia. Jogaram no seguro, o que é bom, mas sabe quando sente que falta algo? É isso.

Ainda que tenha estas reclamações, Star Wars Episode 1: Racer é ainda melhor do que eu esperava e acredito que manterá a chama dos fãs acesa para ressuscitar o interesse de continuarem a produzir mais games dessa série. Nessas corridas onde a vida e a morte dançam no meio da pista, enquanto acelera para quase 1.000km/h, a Força já está contigo para se tornar o vencedor de mais essa partida.

Imagem do texto de RKGK

Review – RKGK / Rakugaki

Marco AntônioMarco Antônio10/06/2024

Review – Blockbuster Inc.

Paulo AlmeidaPaulo Almeida04/06/2024