Skip to main content

Shinsekai: Into The Depths ressurge das profundezas do oceano diretamente para o Nintendo Switch trazendo toda sua narrativa misteriosa e muita exploração subaquática. O título, que já havia sido lançado no Apple Arcade em setembro de 2019, é aquele tipo de jogo que ninguém esperava, mas certamente ficou curioso para experimentá-lo após acompanhar o anúncio na Nintendo Direct Mini. O visual pode causar uma certa estranheza, afinal não é dos melhores (principalmente no modo docked), mas além de conter características únicas saiba que este mar garante uma jogatina instigante e bastante imersiva.

Produzido pela Capcom, Shinsekai: Into The Depths é classificado como um jogo de ação e aventura, mas também pode ser visto como um Metroidvania, além de estar cheio de elementos de sobrevivência como a necessidade de coletar cilindros de ar para manter-se vivo neste ambiente. A verdade é que o jogo combina muito bem todos esses elementos em uma progressão envolvente e desafiadora, que alterna entre a tranquilidade e os perigos escondidos no oceano.

Buscando respostas nas profundezas

Com o planeta coberto pelo oceano, em Shinsekai: Into The Depths os seres terrestres não tiveram outra opção a não ser se adaptar ao novo espaço. Mas a julgar pelo cenário é notável que tal mudança ocorreu abruptamente e portanto não houve planejamento, o que aparentemente levou a espécie para a decadência. Anos depois restaram apenas cidades submersas que agora servem de tocas para as criaturas marinhas.

Imagem do jogo Shinsekai: Into The Depths
Será que ele conheceu o mundo antes desta inundação?

Você parece ser o único de sua espécie e terá que sobreviver em meio a um novo evento que tem transformado ainda mais este cenário: uma geada nunca vista antes que, além de congelar a superfície do oceano, tem também alcançado níveis profundos afetando até mesmo a vida marinha. A jogatina tem início quando essa força da natureza congela sua casa (que mais parecia uma nave) e o obriga a explorar locais desconhecidos em busca de um novo abrigo ou quem sabe algumas respostas para este fenômeno.

Shinsekai: Into The Depths te leva para cidades submersas, locais destruídos que agora formam belos cenários com diversas espécies de peixes nadando em meio aos carros e vai além, mostrando projetos de cidades subaquáticas que estavam em planejamento. Embora os gráficos não sejam dos melhores, o jogo ainda proporciona cenas bem bonitas e que funcionam ainda melhor no modo portátil do Switch. Mas o que torna esse ambiente realmente envolvente é a experiência com fones de ouvido (o jeito recomendado de jogar). As trilhas são muito boas e os efeitos sonoros são imersivos e causam a sensação de estar realmente embaixo d’água.

Seu traje de nado é potente e bem equipado, ao mesmo tempo que é bastante sensível e exige alguns cuidados. Quedas bruscas, por exemplo, danificará seus cilindros de oxigênio que até podem ser reparados, mas se quebrarem não tem como recuperar. A mecânica oferece bons desafios, porém ela também é um pouco problemática graças a movimentação um tanto instável do personagem que danifica o equipamento ao escorregar ou cair de locais baixos, algo que ocorre facilmente e parece injusto. Durante os combates ou em situações com pouco oxigênio a coisa pode ser ainda mais complicada e quando você perceber, muitos tanques já foram destruídos.

Imagem do jogo Shinsekai: Into The Depths
E lá se vai mais um cilindro.

Mergulhando cada vez mais fundo

Por mais que a vida aqui no fundo do mar pareça pacífica, saiba que o perigo será constante, tanto pela escassez de bolhas de ar ou tanques de oxigênio quanto pelos tubarões e outros animais agressivos. E nem sempre há um local de salvamento próximo. Felizmente, Shinsekai: Into The Depths está repleto de materiais úteis que podem ser coletados e utilizados para criar soluções para todas essas ameaças. Dito isso, pegue tudo que conseguir, pois com certeza essas coisas serão necessárias na campanha.

Você encontrará minérios, plantas e até animais que permitem criar melhorias para o seu traje e equipamentos. Eles trazem maior capacidade e otimização do uso dos cilindros de oxigênio, melhor controle dos propulsores, além de resistência ao gelo e algumas outras coisas. O principal upgrade que você precisará procurar e adquirir é o da resistência para nadar em locais mais profundos, onde a pressão é bem maior. Sem eles você não progride neste mundo.

Imagem do jogo Shinsekai: Into The Depths
Das duas uma: Ficarei sem ar ou a pressão da água me destruirá.

Essas áreas inacessíveis são representadas na cor vermelha e, embora sejam um limite de fase, nada te impede de tentar atravessá-lo. Claro que sem os upgrades a pressão rapidamente irá matá-lo. O ambiente tem diversos caminhos pra seguir e cabe a você gerenciar seu oxigênio para conseguir explorá-lo na sua totalidade. Quando você atualiza o traje e as novas áreas são liberadas, às vezes o próprio design do nível faz você revisitar alguns locais para prosseguir dali, enquanto muitos outros só serão descobertos conforme sua própria vontade de explorar o mapa.

As pequenas cavernas e caminhos escondidos podem guardar boas recompensas. Esses itens podem ser melhorias ou apenas coletáveis para completar as tarefas secundárias de Shinsekai: Into The Depths, já que o jogo possui um painel de conquistas para desbloquear, sendo essa uma característica que certamente vai agradar aqueles que sonham com esse tipo de funcionalidade no sistema do Nintendo Switch.

Imagem do jogo Shinsekai: Into The Depths
Isso parece estar escondendo uma passagem.

Quanto mais você nada, mais formações estranhas vai encontrar. Por exemplo: há uma espécie de nave que se assemelha a um grande caracol, rochas com linguagens e sinais que em sua maioria são difíceis de interpretar, equipamentos que mostram informações de projetos para construção de uma cidade subaquática e muitos outros. Esses objetos ampliam o mistério da narrativa de tal maneira que nem a legenda em português será capaz de esclarecer tão facilmente, exigindo que você fique atento aos mínimos detalhes para tentar entender essa trama.

Os caracóis mecânicos que parecem ter vindo do espaço muitas vezes guardam armamentos e equipamentos interessantes, como o lança arpões que ajudam a enfrentar criaturas selvagens; arpão com corda que serve para puxar objetos e até mesmo animais, onde você pode coletar dados para a sua enciclopédia, injetar substância luminosa para chamar atenção de predadores (para passar por eles de fininho) ou até trazê-lo para perto para golpeá-lo com um machado. Os arpões também devem ser criados com itens coletados e geralmente são bem escassos, mais uma vez exigindo um bom uso dos recursos.

Imagem do jogo Shinsekai: Into The Depths
Essa placa está tentando me dizer algo, mas o que?

Os confrontos em Shinsekai: Into The Depths

Ao dizer que os recursos são escassos posso estar passando a impressão de que Shinsekai: Into The Depths seja extremamente difícil, o que não é. A verdade é que o jogador precisa saber o momento certo para atirar, seja para causar danos ou apenas para usar um dos inimigos como isca enquanto você sai da zona de perigo. Tudo tem a ver com o gerenciamento dos recursos e um cuidado especial com a movimentação. Não há muita variedade de golpes ou armas, mas em compensação há vários inimigos como tubarões, arraias, água vivas e até criaturas mecânicas que, além de misteriosas, são ainda mais resistentes e rápidas.

Nesta jornada você encontrará uma espécie de drone que o ajudará na coleta de itens, mantendo seu estoque de materiais para criação de suprimentos. Ele também é útil para liberar alguns bloqueios e resolver puzzles. Outra ajuda vem dos submarinos que podem ser utilizados para locomoção ou para o uso do cabo de oxigênio que manterá seu ar sempre cheio (enquanto estiver ligado a ele, é claro), sendo excelente durante os combates contra inimigos maiores ou para exploração de cavernas cheias de pequenos labirintos. Ainda assim será preciso ter pelo menos um cilindro para manter esse ar circulando.

Imagem do jogo Shinsekai: Into The Depths
Procurar itens estando preso ao submarino é, sem dúvidas, muito legal.

Shinsekai: Into The Depths oferece dois modos: Jukebox, um local onde você poderá curtir as trilhas sonoras do jogo, e o Another Dive, onde você pode experimentar toda a aventura com menos recursos como, por exemplo, nenhum ponto de salvamento ou verificação. Embora este segundo modo parece demonstrar que o título não tenha uma boa duração, saiba que este mar está repleto de itens escondidos, desafios extras, conquistas e diversos dados para completar a enciclopédia que com certeza elevará o fator replay dos seus mergulhos e somará muito mais tempo de jogo.

Curiosamente, há algumas escolhas estéticas que deixam a experiência um tanto confusa. Os menus, por exemplo, são em sua maioria bem estranhos e pouco intuitivos. Algumas ferramentas ou opções simplesmente não tem nome e são representados apenas por seus símbolos nas mensagens dos tutoriais. Durante criação de materiais, os símbolos dos comandos que devemos pressionar estão misturados à arte da ferramenta em questão, complicando a interpretação. Você também precisa ficar de olho na interface do jogo, desfocada ao fundo, para acompanhar a quantidade de recursos criados. Esses e muitos outros detalhes complicam, sem necessidade, a execução de funções simples como a aplicação dos upgrades ou visualização do mapa, entre outras coisas.

Imagem do jogo Shinsekai: Into The Depths
A iluminação de Shinsekai: Into The Depths têm efeitos bem legais.

Mesmo com menus complicados, Shinsekai: Into The Depths têm muitas características que chamam a atenção e o tornam em um belo game. Sua história é envolvente e a jogatina está cheia de bons desafios. Além disso, a exploração é imersiva e sem dúvida muito bem produzida. Bastava apenas alguns retoques técnicos, outros na jogabilidade e, claro, menus mais intuitivos. Se você curte o estilo Metroidvania com uma pitada de sobrevivência e também o clima subaquático, muito provavelmente vai gostar deste mergulho.

Imagem do texto de RKGK

Review – RKGK / Rakugaki

Marco AntônioMarco Antônio10/06/2024

Review – Blockbuster Inc.

Paulo AlmeidaPaulo Almeida04/06/2024