Skip to main content

Em paralelo ao amor pelos games, eu sempre acompanhei o cenário de board games e fico extremamente contente em ver adaptações dos tabuleiros para os consoles. Desenvolvido pela Monster Couch, Quilts and Cats of Calico foi lançado com a promessa de levar a beleza e colorido das mesas para a tela, de olho nos fãs desse mercado.

Lançado originalmente nos EUA pela Flatout Games e trazido para o Brasil pela Grok Games, com o nome apenas de Calico, temos um título que explora o gameplay através de quebra-cabeças e que consegue transportar o gênero de Tile Placement ou Tile Laying (alocação de peça) dos jogos físicos e abstratos para um cozy game da melhor qualidade.

Tecidos coloridos e gatos fofinhos

Imerso em um mundo aconchegante e repleto de gatinhos, com muita cor e extremamente rico em detalhes, você assumirá o papel de um quilteiro, espécie de alfaiate que utiliza uma técnica de costura que consiste em unir camadas de tecidos para criar acolchoados. Com muito desafio e estratégia, Quilts and Cats of Calico oferece a opção para partidas single player ou disputando com outros jogadores online, além de uma jornada pelo modo história em Tomkitty, uma cidade repleta de adoradores de gatos e que depende dos seus talentos profissionais para seguirem suas vidas.

Quilts and Cats of Calico

Em Calico, jogar pode ser simples, entender talvez seja complexo e vencer será extremamente desafiador. Em cada partida você precisará unir retalhos de colchas utilizando sempre a combinação de cores e/ou padronagem, arrastando as peças e posicionando no tabuleiro. Simples? Nem tanto! O jogo possui tarefas que adicionam condições para você realizar combinações para alcançar a maior quantidade de pontos e atraindo os gatinhos.

Além da estética e visual, você precisará seguir as três condições pré-definidas no início de cada partida e que compõem o tabuleiro para unir um número pré-determinado de retalhos iguais ou diferentes, seja pela cor ou elementos que ele possui. Por exemplo, para conquistarmos cinco pontos, precisamos criar uma sequência ao redor da peça condicionante, posicionada inicialmente, com um tile de cada cor. A mesma peça também pode oferecer o dobro de pontos caso você consiga fazer essa mesma sequência sem repetir as padronagens.

Quilts and Cats of Calico

Você também precisará buscar por mais pontos ao completar as “cartas de gatinhos”, representadas por porta-retratos e chamando um felino para o seu tabuleiro, além de costurar um botão para cada conjunto de três peças da mesma cor. Ao conseguir os seis botões, completando as trincas de cada uma das cores, você ganhará um botão arco-íris para angariar mais pontos em seu placar.

Já o modo história, além de desenvolver narrativas através de personagens bem caricatos, poderia muito bem estar numa animação repleta de sentimentos de aquecer os corações. Ela também serve como guia para a curva de aprendizado que os desenvolvedores pensaram, com desafios simples, que evoluem para partidas mais complexas e carregam todas as regras e condições comentadas acima.

Quilts and Cats of Calico

Por este mapa de tecido, você precisará viajar por vários locais e realizar diversas missões para alcançar o posto de maior quilteiro e salvar o mundo dos humanos e gatos. Simples num primeiro momento, porém tudo com muito carisma e repleto de fofura.

Quilts and Cats of Calico, um tabuleiro repleto de vida

Por mais que tenhamos a jogatina baseada em um board game, com um painel para ser completado, a Monster Couch se preocupou em criar a maior imersão possível. Para isso, eles construíram um mundo e um tabuleiro com muita vida e que permite a interação do jogador em seus diversos elementos, não apenas na alocação de peças. Vemos esse mesmo cuidado com a resposta do mundo à interação durante o jogo quando colocamos uma peça e a costura é feita ou quando os gatinhos passam pelo tabuleiro, em que o tecido afunda com a pressão das patinhas. Os bichanos vão espreguiçar, correr e brincar durante as partidas, além de estarem sempre disponíveis para você acariciá-los.

Quilts and Cats of Calico

A direção de arte permitiu a criação de um mundo que parece ter vindo de animações como Neko no Ongaeshi ou até mesmo com certa lembrança das animações do Studio Ghibli, por conta das artes e ilustrações que encontramos em missões ou ao interagirmos com os demais personagens desse mundo. Rico em detalhe e muita atenção aos elementos que temos em tela, a HUD parece desaparecer e integra o tabuleiro de Quilts and Cats of Calico, tendo praticamente toda a tela para jogarmos e interagirmos.

Acompanhando o trabalho visual e reforçando todas as características de um cozy game, a trilha sonora é extremamente agradável. Jogar por horas e não perceber o tempo passar é um dos méritos da música que acompanha as partidas, mas que não é enjoativa, pois parece uma mistura de lo-fi com lounge music para criar uma sensação tranquila e prazerosa.

Quilts and Cats of Calico

Com a possibilidade de você criar seu próprio gatinho para ele participar das partidas e com diversas customizações nas regras e dificuldade do jogo, Quilts and Cats of Calico é um excelente jogo para um fim da tarde ou momentos de relaxamento. Simples de jogar e complexo ao desenvolver sua estratégia, o trabalho da Monster Couch conseguiu adaptar muito bem o board game das mesas para os consoles, sendo uma boa porta de entrada para os curiosos de todas as idades.

100 %


Prós:

🔺 Fácil de aprender e divertido de jogar
🔺 Diversas opções de jogo para os novatos e experientes aproveitarem
🔺 Modo história simples, porém divertido e com conteúdo extra após o final
🔺 Customização de partidas favorecem o fator replay
🔺 Criação de gatos é um ótimo atrativo para os amantes de gatos
🔺 Multiplayer online com bom matchmaking e sem encerrar a partida com a saída de algum jogador, substituindo-o por IA

Contras:

🔻 O modo multiplayer com resposta de 72h para jogadas não favorece a proposta de jogo, afinal não é um jogo de Xadrez!

Ficha Técnica:

Lançamento: 05/03/24
Desenvolvedora: Monster Couch
Distribuidora: Monster Couch, Flatout Games
Plataformas: Switch, PC e macOS
Testado no: PC

Imagem de Children of the Sun

Review – Children of the Sun

Marco AntônioMarco Antônio09/04/2024
imagem de Ereban: Shadow Legacy

Review – Ereban: Shadow Legacy

Marco AntônioMarco Antônio09/04/2024