Skip to main content

Os romanos estão de volta ainda querendo dominar os últimos malditos gauleses! Relançando um dos clássicos do início deste século XX, em 2003 anno Domini, a Kalypso Media traz ao mundo o fruto do trabalho da Torus Games, Praetorians HD Remaster.

Como uma representação histórica de estratégia em tempo real, situado em um momento histórico estratégico, em um momento historicamente estratégico para remasterizações. Em tempo, realmente Praetorians é, estrategicamente, um jogo histórico.

E o que os romanos nos deram de bom?

Trazendo a proposta de unir as mecânicas de estratégia em tempo real – junto às inseparáveis 4X (eXplore, eXpand, eXploit e eXterminate) – e conceitos mais realistas de estratégias militares dos tempos da Antiguidade Clássica. Este foi um passo inovador pois, habitualmente, ganhava a disputa quem conseguisse gerar o maior exército mais rápido e corresse até a base inimiga tal qual um entregador de comida.

Imagem de Praetorians - HD Remaster
Quando o nome do cara que te guia é Talagada…

Considerando que Praetorians HD Remaster nos dá a possibilidade de jogar como Romanos, Gauleses e Egípcios, temos por base que o jogo se passa entre 387 e 50 Antes da Era Comum, períodos estes nos quais os Romanos estiveram em conflitos com os povos denominados de Gauleses. Gamerview também é cultura. #Telecurso2000

Quando levamos em conta que cada uma destas civilizações possuía uma situação completamente diferente social e economicamente, temos informações que a maneira com a qual disputavam suas batalhas variava em muito. Felizmente, Praetorians HD Remaster tem como uma de suas maiores qualidades a unicidade dos movimentos de unidades exclusivas de cada civilização.

A união deste ponto com a combinação de contexto e terrenos variados, o combate em Praetorians HD Remaster permite que trate de maneira diferenciada, separando, reposicionando e reunindo suas tropas em momentos e locais inusitados – pelo menos para os inimigos. Vários jogos atuais não conseguem lidar com essa multiplicidade tão sutilmente quanto Praetorians HD Remaster.

Imagem de Praetorians - HD Remaster
Soldados e construtores civis, é importante diversificar investimentos.

Derrotem os malditos gauleses!

Infelizmente, o fruto da remasterização sofre de diversos pontos da versão original, principalmente no que se refere aos pontos de interação. Corriqueiramente, me vi tendo problemas com seleção e direcionamento das unidades, problemas para verificar as informações sendo exibidas e para que as unidades respeitassem os comandos dados. Caso fosse um jogo sobre anarquistas, eu até entenderia, mas documentos históricos mostram que o exército romano era bem mais disciplinado.

Ao contrário de jogos lançados na mesma época – e seguindo a onda na remasterização -, e com ainda menos motivo por ter todo um contexto histórico rico a ser utilizado, Praetorians HD Remaster tem sua campanha com a narrativa muito rasa, servindo somente como um breve plano de fundo.

Imagem de Praetorians - HD Remaster
Até construir escadas subitamente.

O grande foco e o que foi amplamente divulgado como carro-chefe da remasterização foi a alta definição dos gráficos. Obviamente, como minimamente esperado, houve uma aprimoração nos gráficos em geral. Porém, chamar de alta-definição me deixa ligeiramente desconfiado. A sensação é de limpar os óculos depois de engordurados e observar novamente. Com isso, é uma melhoria, mas não algo impressionante.

As unidades em Praetorians HD Remaster possuem um diferencial que eu sempre precisava me lembrar: demoções. É normal em jogos de estratégia em tempo real termos melhorias e aprimoramentos sobre as unidades criadas ou a se criar. O que não é costumeiro é termos a possibilidade de selecionarmos uma tropa de legionários e rebaixá-los a uma infantaria padrão para poder construir casas, torres e pontes. Essa variedade adiciona mais uma camada na selação de quais unidades formarão nosso exército.

Imagem de Praetorians - HD Remaster
Mas, principalmente, construam pontes, crianças.

No geral, Praetorians HD Remaster é uma experiência agradável com toques profundos de frustração na sua interface. Porém traz de volta à vida toques de realismo estratégico que podem interessar muito aos mais fascinados por este lado mais profundo dos jogos de estratégia em tempo real.

Imagem do texto de RKGK

Review – RKGK / Rakugaki

Marco AntônioMarco Antônio10/06/2024

Review – Blockbuster Inc.

Paulo AlmeidaPaulo Almeida04/06/2024