Skip to main content

Mega Man Legacy Collection 2 é um pacote que junta Mega Man 7, 8, 9 e 10 em um único título e de quebra os disponibiliza pela primeira vez para PS4, Xbox One e PC. Assim, ele continua o trabalho do seu antecessor de trazer a série principal do Mega Man para uma nova geração de jogadores, o que é algo digno pela qualidade tão consistente que esses jogos carregam.

Enquanto o primeiro Mega Man Legacy Collection, com os jogos de 1 a 6, parecia um pacote indispensável, Collection 2 é um caso um pouco mais complicado. Em primeiro lugar ele é uma coleção menor, caindo de seis para quatro jogos e, pior ainda, é uma coleção menos notável. Os seis primeiros jogos apresentam uma qualidade constante (uma noção talvez reforçada pelo visual homogêneo entre eles), enquanto os quatro últimos são mais voláteis em termos de qualidade.

Mega Man 7 com filtro CRT ativado. A pixel art continua impressionante.

Por partes

Mega Man 7 é o pior deles. Sendo o primeiro Mega Man não-X para o SNES, ele apresenta uma série de mudanças em relação aos jogos anteriores, como novos golpes e armas, um visual mais elaborado e um intro stage (yay!). Porém ele vai um pouco longe demais com as mudanças, trazendo um gameplay travado e hitboxes estranhíssimas. No final temos um jogo completamente esquecível, notável somente pelo visual fenomenal permitido pelo novo hardware.

Assim como o 7, Mega Man 8 deu um pulo de geração, dessa vez abandonando a Big-N e dando as caras no Playstation. Então mais uma vez um Mega Man desbrava novos territórios em termos visuais, tendo aproveitado a expertise que a Capcom adquiriu com jogos de luta na época para nos impressionar com uma combinação de pixel art detalhista e animação fluida e impactante. E dessa vez a beleza veio acompanhada de conteúdo, com a jogabilidade mais gostosa da série e um design de inimigos excelente. Porém Mega Man 8 é conhecido mesmo pelas suas infames cutscenes que simulam um desenho animado, mas com uma dublagem tão ruim acabou eclipsando todo o resto.

Mega Man 8 utilizando toda a potência do PSOne.

Doze anos e duas gerações depois a franquia retorna com Mega Man 9 para Wii, PS3 e Xbox 360. Os produtores afirmaram que o visual desse jogo foi intencionalmente feito para ser o mais similar possível ao Mega Man 2, o ápice inegável da franquia. Assim nada mais apropriado que Mega Man 9 ser o ápice inegável dessa coleção — o gameplay é tão fiel aos clássicos quanto o visual, e isso ao lado de um senso de level design assombroso fez de Mega Man 9 o retorno que só os fãs mais otimistas ousaram esperar do azulão.

E em primeira análise Mega Man 10 segue à risca a filosofia do seu antecessor. Tendo sido lançado dois anos depois para aproveitar a boa recepção do irmão mais velho, ele carrega os mesmos visuais e o mesmo gameplay icônico da era NES. Porém o visual, o gameplay e a filosofia são o que eles têm incomum, em nenhum momento é encontrado o mesmo zelo com o design das fases ou dos power-ups que Mega Man 9 carrega. O resultado final é um jogo murcho, que só serve para matar a mesma saudade que já mataram dois anos antes.

Ilustrações que gritam “anos 90”.

Simples e eficiente, com ênfase no “simples”

Até jogos excelentes podem ser arruinados por emuladores ruins, e apesar de esse não ser o caso o emulador não faz muito para elevar a qualidade do pacote como um todo. Os jogos rodam fluidamente, podem ser esticados em wide ou 4:3, têm um filtro CRT bacana e é isso. Funciona, mas não impressiona. Também há um sistema de quicksave que trabalha em sincronia com os saves internos dos jogos, o que não afeta as decisões de design (pro melhor ou pro pior) enquanto torna tudo um pouco mais conveniente. Fechando o pacote há uma galeria de imagens que talvez apelará para os fãs mais fervorosos, mas pra quem é de fora não conta muito.

No final das contas Legacy Collection 2 funciona como uma forma completamente viável de se jogar quatro clássicos em sistemas modernos, apesar de fazer muito pouco para melhorá-los ou deixá-los mais apresentáveis às gerações mais novas. Soa como uma oportunidade desperdiçada, principalmente custando R$ 39,99, mas isso não muda o fato de que ele é o pacote perfeito para quem estiver procurando uma forma simples e fiel de experienciar esses jogos, seja ou não pela primeira vez. Legacy Collection 2 cumpre o que promete, nem mais nem menos.

70 %


Prós:

🔺 Alguns dos jogos mais icônicos das décadas passadas
🔺 Cumpre o que promete

Contras:

🔻 Pacote um pouco simples demais

Ficha Técnica:

Lançamento: 08/08/17
Desenvolvedora: Capcom
Distribuidora: Capcom
Plataformas: PC, PS4, Xbox One
Testado no: PC

Imagem do texto de RKGK

Review – RKGK / Rakugaki

Marco AntônioMarco Antônio10/06/2024

Review – Blockbuster Inc.

Paulo AlmeidaPaulo Almeida04/06/2024