Skip to main content

Aloy está de volta no PC. Horizon Forbidden West chegou no dia 21 de março ao Steam e Epic Games Store trazendo seu vasto mundo aberto, com inúmeros biomas, personagens, missões, equipamentos e mais. A chegada do game aos computadores acontece dois anos depois do lançamento inicial para PS4 e PS5.

A Sony nos enviou a chave no dia de lançamento e tomei esses quase 10 dias para me debruçar sobre o que a Guerrilla Games criou, e mais especificamente, o port da Nixxes Software, um dos principais estúdios quando falamos de versões de PC dos jogos de PlayStation.

Mais bonito e expandido

Já posso falar de cara que Horizon Forbidden West é um jogo lindíssimo. Minha nossa! Eu não joguei as versões de consoles, mas mesmo em 1080p, com preset gráfico no alto, o resultado visual é impressionante e usei bastante o modo foto, mesmo que esteja bugado e não funciona direito no controle.

Horizon Forbidden West tem paisagens incríveis!

Já que o game está disponível há dois anos, é possível encontrar toneladas de gameplay por aí, ou mesmo você pode ter jogado no PS4 ou PS5. O game se passa depois dos acontecimentos de Horizon Zero Dawn e agora temos uma Aloy mais confiante, eu diria até cheia de si e arrogante em alguns momentos, características que não gosto muito de ver em um protagonista (com exceção do Dante por ser cômico).

O gameplay é bastante parecido com o título anterior, mas ele foi expandido. Aloy agora conta com uma árvore de habilidades mais complexa, dividida por classes, os combates corpo a corpo (melee) estão melhores, agora ela consegue mergulhar sem limites e montar em criaturas aladas, essas são algumas das maiores novidades do jogo.

Horizon Forbidden West PC

Horizon Forbidden West conta com um mundo gigante, com uma grande variedade de cenários como deserto, florestas, bosques, campos, montanhas, praias, fora as cidades, cavernas e instalações, aliado as mudanças climáticas e ciclo noite/dia. Existe também uma grande quantidade de missões e tudo isso faz com que o jogo passe fácil das 30 horas caso você pegue somente algumas missões secundárias pelo caminho.

Horizon Forbidden West é mais um port da Sony com problemas

Mas vamos ao que interessa: o estado do port. A Nixxes é responsável pelos ports de Horizon Zero Dawn, os dois Spider-Man e Ratchet & Clank: Rift Apart. Todos eles são bons ports, mas não ficaram livres de problemas no lançamento e o mesmo acontece com Horizon Forbidden West. Mas pelo menos não é algo no nível de The Last of Us Part I, que foi decepcionante.

Horizon Forbidden West no PC também é amaldiçoado com problemas de desempenho.

A mídia de games tem elogiado amplamente a qualidade do port testando diferentes níveis de hardware somente na primeira área do jogo, que roda muito bem por sinal. Só que a coisa complica em áreas mais adiante. Vou tentar ser breve nesse quesito, embora seja difícil, já que aspectos técnicos precisam de mais explicações.

Horizon Forbidden West PC

Meu PC se encaixa dentro dos requisitos médios que os desenvolvedores divulgaram. Em 1080p no alto, sem auxílio de upscalers (FSR ou DLSS), é possível alcançar 60 FPS em diversos trechos sem problemas. Mas eu percebi que, com o tempo, o desempenho começa a cair, mesmo que você esteja só naquela área que antes alcançava 60 FPS. Para resolver, é necessário reiniciar o jogo. Aparentemente, sintomas de “memory leak”.

Outra coisa estranha: eu consigo jogar com as texturas no muito alto sem problemas em 1080p, mas às vezes percebo uma queda brusca de performance. Verificando cada opção gráfica e monitorando as métricas, vejo que a qualidade das texturas é a causadora dessas quedas de desempenho. Eu vi diferença de mais de 20 FPS entre as texturas no médio e alto, algo bastante incomum, principalmente considerando que os 8 GB de VRAM não foram preenchidos. O ruim desse problema, é que algumas texturas no médio são realmente feias.

Cutscenes a 7 FPS?

Mas esses, infelizmente, não são os únicos problemas de Horizon Forbidden West no PC. Aqui vem o terror da minha experiência e de incontáveis outros jogadores que têm reclamado no fórum do jogo no Steam: queda abismal de performance durante cutscenes. Eu assisti diversas cutscenes a, pasmem, 10 FPS ou menos, como mostra a print abaixo, mesmo conseguindo 60 FPS antes do início da cena. É bizarro!

Horizon Forbidden West PC

Eu participei de diversos debates nos fóruns nos últimos dias tentando achar o que poderia estar causando esse problema, mas ninguém sabe ao certo o que está acontecendo. Mas relatarei aqui o que percebi quando esse problema, que atrapalhou muito minha experiência, acontecia.

Com o monitoramento de hardware, percebi que essas quedas de frames aconteciam, porque o consumo de energia da GPU despencava pela metade (menos energia, menos potência). E aqui vai o mais curioso dessa situação: durante cutscenes, quando a câmera aponta para Aloy, o desempenho normaliza a 60 FPS, mas logo que a câmera vira para um outro, ou outros NPCs, o desempenho despenca novamente e a GPU fica subutilizada.

Infelizmente assisti inúmeras cutscenes a 20 FPS e as mais intensas a 10 ou menos quadros por segundo. Nesses momentos, eu tive que pular as cenas e perder parte da história. Ninguém merece uma experiência assim, não é mesmo? Mas, sendo justo, devo afirmar também que existem cutscenes que rodam lindamente em 60 FPS e mostra todo o potencial do jogo. Mas essa inconsistência é aleatória e quebra muito a imersão.

Horizon Forbidden West PC

Horizon Forbidden West já recebeu um patch, mas as correções não chegam na otimização. Os desenvolvedores já disseram que estão cientes e garantiram que estão trabalhando em correções, que ainda não têm prazo para chegar. Isso é uma pena, já que o jogo é belíssimo e divertido (mais que o primeiro, eu diria), mas esses problemas estragam a experiência.

Vamos ver quanto tempo irá demorar para que essas correções necessárias cheguem ao Horizon Forbidden West. Eu parei com 32 horas de jogo, atravessei todo o mapa até o “Oeste Proibido”, mas agora vou dar uma parada em minha jogatina e esperarei correções para continuar depois e até fazer mais missões extras e usufruir do jogo em todo seu potencial.

78 %


Prós:

🔺 Visuais next-gen
🔺 Gameplay muito fluído
🔺 Quando quer, o jogo roda bem no PC…

Contras:

🔻 … mas quando não quer, tem péssimos problemas de desempenho
🔻 Aloy é bem chatinha na primeira metade do jogo
🔻 Cutscenes a 10 FPS? Não, né, por favor…

Ficha Técnica:

Lançamento: 21 de março
Desenvolvedora: Guerrilla Games, Nixxes Software
Distribuidora: PlayStation PC
Plataformas: PC, PS5
Testado no: PC

Imagem de Children of the Sun

Review – Children of the Sun

Marco AntônioMarco Antônio09/04/2024
imagem de Ereban: Shadow Legacy

Review – Ereban: Shadow Legacy

Marco AntônioMarco Antônio09/04/2024