Skip to main content

Quando joguei Guacamelee! pela primeira vez meus olhos brilharam. Ele não só traz tudo que a cultura mexicana tem de melhor com muito bom humor e também não peca em nenhum outro aspecto: o jogo é extremamente divertido, desafiador e possui um visual incrível que parece muito com uma animação. Não esperava que uma sequência fosse dar as caras, afinal ela não era realmente necessária, mas quando enfim foi anunciada no fim de 2017 eu pensei: por que não?

Juan Aguacate está de volta! E traz consigo tudo que fez de Guacamelee! um jogo tão bem recebido pela crítica e público. A DrinkBox soube dar continuidade à saga do nosso luchador da melhor maneira possível, afinal o sucesso do primeiro game era tudo que eles precisavam. Com a fórmula intacta, Guacamelee! 2 pode não ser a sequência que todos queriam, mas é a sequência que o jogo merece.

Um herói aposentado

A trama de Guacamelee! 2 se inicia imediatamente após a conclusão da primeira aventura. Inclusive o prólogo se passa durante a batalha contra o chefe final, então se você não jogou o primeiro game já vai levar um spoiler logo de cara. Juan consegue salvar a vida de sua amada Lupita e pôr um fim na ameaça de Calaca, salvando não só o amor de sua vida como também todo o México. Anos depois desse final feliz, vemos que Juan tirou muito proveito da paz instaurada por ele, pois vive uma vida pacata com Lupita e seus dois filhos e está até barrigudo devido à aposentadoria dos dias de heroísmo.

Imagem do jogo Guacamelee! 2
E dá-lhe easter eggs!

O que ele não esperava é que seu sossego estaria prestes a acabar, pois estranhas fendas temporais surgem no vilarejo revelando uma nova ameaça: o luchador Salvador, que está buscando três relíquias especiais para conseguir cozinhar o Guacamole Sagrado e assim ganhar o poder dos deuses. Juan descobre que ele é o único Juan vivo do Mexiverso e, com a ajuda de todos os Uay Chivos de diversos outros universos alternativos, viaja pelo tempo e espaço para impedir Salvador e assim salvar o México mais uma vez.

Como podemos notar, a trama continua mantendo o mesmo nível de humor nonsense que estamos habituados desde o primeiro, inclusive indo mais longe. A história de Guacamelee! 2 consegue ser ainda melhor, o que é raro em sequências, graças à adição de diversos personagens ao universo do game. O bom humor continua constante em cada linha de diálogo e arranca boas risadas, mesmo sendo algo no nível de “tio do pavê”. Portanto não deixe de conversar com todo NPC que ver pela frente.

Quem jogou o primeiro Guacamelee! sabe que é o jogo com a maior quantidade de easter eggs por metro quadrado, tradição mantida na continuação. A diversão não está apenas em sair por aí socando esqueletos, mas também em encontrar cada referência escondida pelos cenários. E pode acreditar: são muitas, espalhadas por toda parte. Há easter eggs em figuras pelo cenário, outdoors, letreiros, diálogos e até mesmo em momentos inteiros do jogo, como é o caso do prólogo que se inicia na batalha final do game anterior – justamente para fazer alusão à Castlevania: Symphony of the Night.

Imagem do jogo Guacamelee! 2
A gangue de Salvador rende batalhas variadas e muito divertidas.

El pollo luchador

O combate continua o mesmo, o que não é nada ruim considerando que já era excelente, porém haverão pouquíssimos movimentos novos para Juan. Tudo que ele fazia no primeiro ele também faz aqui, mas você terá que buscar e adquirir essas habilidades novamente, afinal ele mudou de realidade e esqueceu tudo que sabia. Isso foi mais uma desculpa para fazer do jogo o que ele é: um excelente metroidvania. Então vamos ir e voltar o tempo todo desbloqueando novos caminhos sempre que adquirirmos uma habilidade nova. Ainda assim, o fato de tais proezas serem repetidas pode desanimar quem estiver esperando novidades.

Outra coisa do jogo original que se repete bastante são os inimigos, que são basicamente os mesmos, com o mesmo visual, mesmos golpes, tudo devidamente reciclado. Até agora parece que o jogo é só um ctrl+c ctrl+v do primeiro, mas felizmente algumas coisas foram implementadas para cortar esse déjà vu. A árvore de habilidades é uma dessas novidades, esta que nos dá uma razão para acumular ouro no jogo: comprar melhorias para Juan e o modo como desbloqueamos essas habilidades é diferente do convencional.

Imagem do jogo Guacamelee! 2
Cada treinador possui sua própria árvore de skills.

Você encontrará cinco treinadores ao longo da jornada, cada um especializado em um tipo de melhoria e com sua própria grade de skills. Para liberar novas habilidades em cada grade você deve realizar proezas no jogo, como executar determinado golpe algumas vezes, abrir uma certa quantia de baús, e por aí vai. Isso não só motiva o jogador a explorar bastante os mapas como também incentiva a testar os diferentes golpes presentes no jogo. Afinal, o fato de sermos um lutador de wrestling é o que torna Guacamelee tão charmoso.

É claro que o fator mais popular do primeiro jogo está de volta: ainda podemos virar uma galinha, mas de um jeito infinitamente melhor. Enquanto que anteriormente a galinha era de uso exclusivo de puzzles e percursos insanos de plataforma, agora ela se tornou uma lutadora tão eficaz quanto Juan em sua forma humana. Você aprenderá diversos movimentos novos tanto como Juan quanto como galinha e também descobrirá uma sociedade secreta de galinhas Illuminati, que guardam um grande segredo para os persistentes que irão buscar o 100% do jogo. E tem mais: coletando uma pena especial você se transforma em uma galinha gigante invencível que destroça seus inimigos sem esforço algum.

Imagem do jogo Guacamelee! 2
Sente a potência dessa galinha!

Quem jogou Guacamelee! com certeza não esqueceu dos momentos extremos de plataforma que vão levar seus reflexos e coordenação motora ao limite. Pois bem, eles estão de volta e tão criativos e diversos quanto no jogo original. O único probleminha aqui é que muitas vezes os controles não são tão responsivos quanto deveriam ser e, por vezes, Juan acaba não desempenhando a ação que deveria, resultando em morte e te obrigando a reiniciar. Esse tipo de coisa não deveria acontecer, principalmente nesses momentos onde você deve usar diversas habilidades em um curtíssimo intervalo de tempo para ter sucesso. Isso exige uma resposta instantânea do personagem, o que nem sempre acontece.

El héroe que México necesita

O visual continua o mesmo com leves alterações nas cores, que estão mais fortes. Guacamelee! 2 continua bonito e cativante de se olhar por horas e horas, mesmo que a grande maioria dos locais visitados sejam os mesmos do primeiro game com visual novo. Sua trilha sonora também recicla muitas faixas originais, mas de forma alguma isso é ruim. Ainda assim, as músicas continuam muito características e divertidas, com todo aquele toque mariachi que é impossível não gostar.

Imagem do jogo Guacamelee! 2
Que rolé doido é esse?

Para quem não curte jogar sozinho, até o multiplayer local foi incrementado. Se no primeiro jogo você podia jogar com mais um amigo, agora você pode jogar com mais três! Enquanto um assume Juan, os outros assumem Tostada, Uay Chivo e até X’Tabay, fora diversas skins que podemos desbloquear ao longo da campanha. Caso você não tenha tanta gente à disposição para jogar com você sempre, não tem problema: eles podem entrar e sair do seu jogo a qualquer momento, sem comprometer o progresso.

Guacamelee! 2 pode até parecer uma grande expansão e não uma sequência, mas não se deixe enganar: embora o game reutilize sua fórmula e material já apresentado anteriormente, há muitas novidades para usufruir. Se você foi um dos felizardos que ajudou nosso Juanito a derrotar Calaca, prepare-se para mais uma grande aventura na pele do maior luchador de todos os tempos, pois o México precisa de você mais uma vez.

Imagem do texto de RKGK

Review – RKGK / Rakugaki

Marco AntônioMarco Antônio10/06/2024