Skip to main content

Apollo Justice: Ace Attorney Trilogy marca o retorno triunfante da renomada série de jogos da Capcom, agora remasterizada e com melhorias focadas na qualidade de vida, para tentar conquistar uma nova geração de jogadores.

Esta coletânea é a responsável por reunir “Apollo Justice: Ace Attorney”, “Apollo Justice: Ace Attorney – Dual Destinies” e “Phoenix Wright: Ace Attorney – Spirit of Justice”, totalizando 14 episódios do novato advogado e seu mentor, o lendário Phoenix Wright, além de 2 episódios especiais, antes disponíveis apenas como DLC.

Melhorias para os tribunais

O trabalho de Shun Takumi ganhou muitos fãs pelo mundo a ponto de não quererem o fim da série de jogos em estilo visual novel. Ultrapassando a barreira do oriente e ganhando o ocidente, mesmo após encerrar a jornada de Phoenix Wright, a Capcom decidiu ouvir os pedidos do público que a franquia criou e seguiu com novos títulos após Trials and Tribulations.

Apollo Justice: Ace Attorney Trilogy

Mais de 10 anos após o lançamento original, essa reunião de visual novels chega para uma fatia maior de jogadores. No entanto, desde já não espere grandes mudanças dentro do jogo em si pelo estilo de gameplay, mas os principais motivos para você investir seu tempo e dinheiro em Apollo Justice: Ace Attorney Trilogy estão relacionadas às melhorias para atualizar e facilitar a jogatina.

A principal delas, que com certeza chamará a atenção de todos, é o remaster em alta definição. As caixas de diálogo estão com textos legíveis, a arte toda foi repensada e acompanhando a evolução que a série teve do Nintendo DS para o 3DS. Os sprites 2D do primeiro jogo foram retrabalhados e dão lugar aos modelos e cenários 3D, com sequências em belíssimas animações, agora tudo em sua TV para curtir os dois últimos títulos.

Apollo Justice: Ace Attorney Trilogy

Além disso temos a adição do “Story Mode” em que o você pode apenas sentar e acompanhar o desenrolar de todos os jogos, com a IA avançando e resolvendo todos os casos. A implementação do sistema de notas facilita acompanhar o seu progresso e a consulta aos diálogos com a opção do histórico. Tudo com foco numa geração mais nova ou para quem talvez não tem costume de jogar esse gênero!

Uma pena perceber que Apollo Justice: Ace Attorney por ser o primeiro jogo e ainda na geração do Nintendo DS sofre com uma navegação que não foi repensada, mantendo o que já vimos na trilogia anterior, talvez por limitações da própria desenvolvedora, pois somente em Dual Destinies que você contará com uma lista de locais para facilitar a visitação.

Apollo Justice: Ace Attorney Trilogy

Como conteúdo extra, além dos dois capítulos e roupinhas, todos lançados como DLCs, você poderá assistir o prólogo em anime de Spirit of Justice, conferir as artes e ilustrações no Art Library, curtir todas as músicas e arranjos orquestrados no Orchestra Hall, além de brincar com o Animation Studio, recriando cenas e testando todas as animações disponíveis para os personagens.

O trabalho de Shun Takumi ganhou muitos fãs pelo mundo a ponto de não quererem o fim da série.

Infelizmente todos os esforços com as melhorias e conteúdos não incluem o PT-BR como idioma dentre as sete línguas para as quais o jogo foi localizado. É uma pena perceber que a Capcom não teve esse cuidado com o público brasileiro, já que muitos das suas outras franquias já possuem essa localização, fazendo com que a barreira do idioma impeça muitas pessoas de jogarem.

Justiça para todos

Para quem não conhece a franquia que ficou famosa por levar os advogados mais excêntricos e os casos mais bizarros para os games, Apollo Justice: Ace Attorney Trilogy apresenta histórias com tons mais sombrios e misteriosos, ao mesmo tempo em que mantém as pitadas simples e até cômicas, que beiram um tom mais bobo, dos jogos anteriores.

Apollo Justice: Ace Attorney Trilogy

Passaram-se sete anos desde o último jogo e Apollo Justice é o novo advogado de defesa, que acaba conhecendo o lendário Phoenix Wright, longe de suas atividades como advogado por ter sido expulso após um incidente. Depois de ser reintegrado, acompanhamos o grupo de protagonistas acompanhado por Athena Cykes e Ema Skyes, além do retorno de Maya Fey e outros nomes já conhecidos como, por exemplo, Miles Edgeworth.

Com todos eles reunidos (de alguma forma) pela Wright Anything Agency, antiga Wright & Co. Law Offices e que foi fundada originalmente pela personagem Mia Fey, o carisma dos personagens é um dos pontos altos durante todos os capítulos, inclusive com a grande variedade de suspeitos e crimes. Em paralelo, a narrativa oferece diálogos perspicazes e gratos momentos de humor, adicionando uma camada extra de entretenimento ao jogo.

Apollo Justice: Ace Attorney Trilogy

O gameplay permanece fiel à série, com algumas adições relacionadas aos novos personagens. Apollo tem seu bracelete, capaz de examinar as reações e tiques nervosos dos supeitos para expor as mentiras, enquanto Athena Cykes utiliza a “Mood Matrix” para ouvir as emoções. Com Ema Skye, a investigadora forense, temos a adição de um novo formato de jogabilidade, com atividades (não chamaria de mini-games) para representar suas habilidades e contribuir com os casos.

Se em “Apollo Justice” temos um começo diferente do que vimos na trilogia anterior e em “Dual Destinies” um jogo que se perde por não saber como usar Apollo e Phoenix, em “Spirit of Justice” temos o melhor e mais consistente jogo entre todos, pois vemos mais do passado de Apollo, enquanto ele trabalha com Phoenix, ambos já muito bem desenvolvidos e maduros, além da presença de outros personagens e uma nova mecânica: Séance Trials, que resgata a memória das vítimas com os últimos momentos em vida.

Apollo Justice: Ace Attorney Trilogy

Neste terceiro e último título, nós conhecemos Khura’in, um país em que o sistema jurídico está em ruínas e os advogados são condenados à morte se perderem o caso. Por conta da jornada espiritual de Maya, nossos protagonistas acabam tendo que enfrentar uma série de assassinatos e intrigas religiosas, com a história acontecendo em dois locais ao mesmo tempo. Apollo e Athena de um lado enquanto Phoenix e Maya de outro era exatamente o que precisávamos para fechar com chave de ouro essa trilogia.

Mesmo com altos e baixos entre os três títulos, além de algumas melhorias que poderiam ser igualadas em todos eles, Apollo Justice: Ace Attorney Trilogy entrega a mesma experiência gratificante e carismática dos originais, mas com um visual atualizado e diversas melhorias para que um público mais novo e ainda maior consigam aproveitar essa série de jogos que se mantém divertida de ser jogada até hoje.

91%


Prós:

🔺 Os casos nesta trilogia são mais interessantes
🔺 Apollo Justice e os demais personagens são muito carismáticos
🔺 As novas mecânicas apresentadas ao longo dos jogos
🔺 A trilha sonora continua excelente
🔺 Todo o conjunto dessa coletânea compensa o investimento
🔺 Melhorias e remasterização muito bem implementadas

Contras:

🔻 Falta de melhorias no primeiro jogo
🔻 Ainda continua segurando muito o jogo com tutoriais e explicações
🔻 Ausência do PT-BR dentre os vários idiomas localizados

Ficha Técnica:

Lançamento: 25/01/24
Desenvolvedora: Capcom
Distribuidora: Capcom
Plataformas: PS4, PS5, Xbox Series, Xbox One, Switch e PC
Testado no: PS5

Review – Ruff Ghanor

Rafael NeryRafael Nery27/02/2024

Review – Penny’s Big Breakaway

Renato Moura Jr.Renato Moura Jr.27/02/2024